quarta-feira, 28 de março de 2012

Reportagem sobre Valdemiro foi investigativa, diz bispo Honorilton Gonçalves.

(Divulgação/ Crédito da foto portal UOL)

O vice-presidente da Rede Record, Honorilton Gonçalvesbispo da Igreja Universal do Reino de Deus foi entrevistado pelo colunista de TV, Fernando Oliveira, do portal iG.

Bispo Honorilton negou que haja qualquer crise na Rede Record. Recentemente chegou a ser cogitado por alguns sites que o portal R7 e a Record News iriam sair do ar.


“A Record vive um excelente momento, como no ano passado viveu. Não houve nenhuma crise na Record, principalmente crise econômica. A Record continua com o mesmo compromisso de sempre, de chegar ao primeiro lugar. Nunca perdemos essa visão e estamos trabalhando para isso”, afirmou.

Ao ser questionado sobre mudanças na programação, como o aumento exagerado das reprises de desenhos e seriados americanos, ele explica que a decisão é da audiência “Eu acho que os telespectadores é que exageram na dose de gostar das coisas! Então nós somos obrigados a manter o que dá certo. Essa é a política da Record: nós atendemos ao público”.

Quando questionado sobre as reportagens da emissora sobre seu antigo aliado, Valdemiro Santiago, hoje líder da Igreja Mundial, ele disse apenas “Chegou a denúncia e fomos investigar para ver se havia de fato consistência. Havia e nós tomamos a decisão de colocar a reportagem no ar, do mesmo jeito que fizemos com o Ricardo Teixeira e tantas outras”.

Negou ainda que há um interesse de prejudicar a imagem da igreja vista como concorrente “o interesse foi investigativo. Tivemos um cuidado grande, investigamos durante meses. Foi tudo tratado jornalisticamente”.

Um comentário :

  1. Com relação a notícia em evidência, gostaria de dizer algumas coisas que as pessoas ainda não sabem. Por ter trabalhado durante muito tempo em televisão, chegou ao meu conhecimento que uma pessoa que havia trabalhado na Mundial, por muito tempo, saiu daquela denominação e queria denunciar uma série de irregularidades que aconteciam naquele local. Provavelmente esta pessoa procurou alguém da TV Record para fazer as denúncias. O departamento jornalístico da emissora usou de muita cautela para fazer os levantamentos da matéria, tanto é, que levaram 4 meses para fazê-la, pois havia o risco de que a emissora fosse processada juridicamente. Esta denúncia já havia sido feita numa televisão aqui de São Paulo, sem que fossem citado o nome do "apóstolo", porém a descrição dos bens conferia com os apresentados na matéria. No meu modo de entender foi apenas a ratificação de uma denúncia através de uma matéria jornalística, que aliás nunca vai encontrar eco nas concorrentes da TV Record, pois, a exceção da Globo, as demais emissoras possuem horários alugados para o Valdemiro Santiago. Quanto ao SBT, o seu proprietário é judeu e frequenta a sinagoga, não tendo interesse neste tipo de reportagem.

    ResponderExcluir

Os comentários não representam a opinião do Momento Verdadeiro. Não publicamos comentários com links.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para momentoverdadeiro@gmail.com.
Flag Counter