Após debate com Moro, senadores apresentam substitutivo a PL.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Coreia do Sul vai submeter automóveis da Volkswagen a novos testes.


A Coreia do Sul vai submeter os automóveis da Volkswagen a novos testes de emissões de poluentes depois de o fabricante admitir ter falsificados os resultados em 400 mil carros nos EUA. A informação é do Ministério do Meio Ambiente sul-coreano.

As avaliações devem começar em meados de outubro e vão se estender também “aos veículos que anteriormente passaram com êxito nos testes”, indicaram fontes à agência de notícias Yonhap.

Segundo funcionários do Ministério do Meio Ambiente, serão submetidos a testes os modelos Golf e Jetta, da marca alemã, e os A3 e A7 da Audi, que também pertence à Volkswagen.

A Volkswagen e a Audi são as duas marcas estrangeiras mais populares no mercado sul-coreano, com 15,61% e 12,56% do total de automóveis importados, respectivamente.

A Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos acusou na sexta-feira (18) a empresa de falsificar o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes através de um software incorporado no veículo. A multa à Volkswagen pode chegar a US$ 18 bilhões (cerca de R$ 72 bilhões ao câmbio de hoje).

Na terça-feira (22), a Volkswagen anunciou que mais de 11 milhões de carros a diesel em todo o mundo foram equipados com um tipo de motor que poderia distorcer os dados de emissões.

Reflexos na bolsa

As ações da Volkswagen caíram hoje (23) 19,82% e atingiram 106 euros. Com isso, subiu para 35% a queda acumulada em duas sessões de pregão – desde a revelação da fraude no sistema de emissão de poluentes. Em dois dias, o grupo perdeu $ 25 bilhões de euros de capitalização.

Arrastada pelos títulos do grupo automóvel, a bolsa de Frankfurt terminou a sessão em queda, com o índice Dax recuando 3,80%.

Da Agência Lusa.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.