Arena Condá recebe os heróis da Chapecoense. #ForçaChape

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

sábado, 19 de setembro de 2015

PM é preso por GCM em Campos, no RJ.


Campos dos Goytacazes. Policial militar é preso pela Guarda Civil Municipal (GCM). Caso aconteceu no final da manhã desta sexta-feira (18), nas proximidades do Mercado Municipal, no Centro. 

Segundo informações do jornal 'Terceira Via', o PM teria desacatado o agente após receber ordem para retirar do local um veículo estacionado irregularmente. Após discutir com o guarda, o homem foi conduzido para a delegacia do Centro, onde apresentou identificação oficial.

O coordenador do Grupamento de Proteção Social da Guarda Civil Municipal, Sérgio Lima Barreto, explicou que a confusão aconteceu quando o agente de trânsito solicitou que o homem removesse o veículo. “O veículo estava estacionado de forma irregular. O homem achou um absurdo o pedido do agente. Ele disse que não iria retirar o veículo porque era policial militar, mas não apresentou documento. Durante discussão, o homem teria dito que estava armado, mas foi contido por outros agentes que davam reforço ao guarda desacatado. Ele foi contido com descarga de choque da spark, arma usada pela Guarda”.

Segundo informações passadas por guardas que participaram da ocorrência, o policial é major do Batalhão de Campos. “Ele colocou a mão em uma bolsa e disse que ia resolver o problema do jeito dele. Quando o reforço da Guarda chegou, ele fugiu. Chegou a correr uns 20 metros quando foi imobilizado. Em mais de vinte anos como guarda, nunca fui ameaçado desta maneira", disse outro guarda - que não será identificado.
Ainda de acordo com Lima Barreto, mesmo que se identificasse como policial, o homem estaria abusando da autoridade que lhe é conferida, já que o guarda estava no local a serviço. “Neste caso, quem é autoridade é o guarda. A Lei 13022, sancionada no ano passado dá poder de polícia ao guarda municipal”. 

A lei determina que guardas municipais, de municípios com mais de 500 mil habitantes, usem armas de fogo.  “Ao contrário de agentes de outros municípios da Região dos Lagos, os guardas de Campos ainda não passaram por treinamento”, finalizou Lima Barreto. 


Fonte: Terceira Via.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.