Vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é falso, diz polícia.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

domingo, 20 de dezembro de 2015

Bombardeio da coalizão internacional mata 21 jihadistas do Estado Islâmico.


Pelo menos 21 membros do grupo extremista Estado Islâmico morreram hoje (20) e 13 ficaram feridos em bombardeios aéreos da coalizão internacional na cidade iraquiana de Mossul e nas imediações, de acordo com informações da agência de notícias EFE.

Um integrante da União Patriótica do Curdistão do Iraque afirmou que o primeiro ataque teve como alvo veículos 'jihadistas' que seguiam para o Norte de Mossul.

A aviação da coligação bombardeou também posições do Estado Islâmico a cerca de 120 quilómetros da cidade.

Na sexta-feira (18), o Pentágono anunciou em Washington que pelo menos 180 membros do grupo 'jihadista' morreram na quarta-feira (16) em ataques aéreos da coligação liderada pelos Estados Unidos, que ajudou as tropas curdas a repelirem uma ofensiva dos extremistas.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

O Estado Islâmico assumiu o controle de Mossul em junho de 2014 e pouco depois anunciou um califado nas zonas que controla no Iraque e na vizinha Síria.

Via Agência Lusa.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.