Estado Islâmico reivindica ataque no Cáucaso russo.

Internacional - O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque que, na última quarta-feira, matou pelo menos uma pessoa e feriu outras dez no Daguestão, república do Cáucaso russo.

"Com a ajuda de Allah, os guerreiros do Califado conseguiram atacar agentes dos serviços de segurança russos em Derbent, no sul do Daguestão", disse uma mensagem atribuída ao EI.

Desconhecidos abriram fogo contra um grupo de pessoas perto das muralhas da fortaleza de Derbent, classificada em 2003 como patrimônio mundial pela Unesco, matando uma pessoa e ferindo pelo menos outras 10.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

Via Agência Lusa.

Comentários

Veja também

Polícia Federal investiga fraudes em 14 concursos públicos