Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Países islâmicos se unem para combater terrorismo.


A Arábia Saudita anunciou uma coligação militar de 34 países islâmicos para combater o terrorismo, com um centro de operações conjuntas em Riade e o apoio de outras dez nações, incluindo a Indonésia.

Segundo a agência saudita (SPA), o propósito desta coligação é “unir esforços para combater o terrorismo”, eliminar os seus objetivos e causas e sublinhar o direito dos Estados à legítima defesa.

As operações militares para combater o terrorismo e desenvolver os programas e mecanismos necessários para apoiar estes esforços serão coordenadas a partir de Riade.


Os 34 governos baseiam sua coligação nos princípios e objetivos da Carta da Organização de Cooperação Islâmica, “que pede aos Estados-Membros que cooperem para combater o terrorismo em todas as suas formas e manifestações e rejeita todas as justificações e desculpas para o terrorismo”.

Além disso, apoiam-se nas disposições contidas na Carta das Nações Unidas e em outras convenções internacionais com vista à erradicação do terrorismo.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

Além da Arábia Saudita, participam da aliança a Jordânia, Emirados Árabes Unidos, Paquistão, Barém, Bangladesh, Benim, Turquia, Chade, Togo, Tunísia, Djibuti, Senegal, Sudão, Serra Leoa, Somália, Gabão, Guiné, Palestina, Camarões, Qatar, Costa de Marfim, Kuwait, Líbano, Líbia, Maldivas, Mali, Malásia, Egito, Marrocos, Mauritânia, Níger, Nigéria, Iémen.

Fonte: Agência Lusa

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.