Mulher é internada após sofrer 'overdose' de água

Netflix anuncia 2ª temporada de Luke Cage

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Prefeitura de Campos, RJ, vai suspender o Cartão Cidadão.


A Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes vai suspender o Cartão Cidadão por 60 dias e voltou a responsabilizar os empresários do setor de transporte coletivo pela falta de compromisso com o programa que beneficia os usuários com a passagem a R$ 1. A partir do dia 1º de janeiro, os passageiros vão pagar R$ 2,75 para qualquer destino.

Segundo o procurador geral do município, Matheus José, a medida foi adotada frente à resistência das empresas de ônibus de apresentar à prefeitura o controle do número de passageiros transportados mensal ou diariamente. “O relatório do RioCard, atual contratada para esse tipo de serviço, é precário e não dá segurança”, diz Matheus, ressaltando que “o novo sistema que os empresários se recusam a implantar dará maior controle interno e gerencial da prova dos números de viagens por dia”.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

O procurador cita como exemplos de situações criadas com objetivos de “prejudicar o programa”, além de anulação de licitação: “greves incitadas por donos de ônibus, retiradas de veículos de linhas estratégicas, tudo para evitar que a fiscalização possa atuar de maneira a detectar irregularidades por eles cometidas”. Ainda segundo Matheus José, empresários do transporte rodoviário vêm utilizando mecanismos protelatórios.


Dois meses para se adequar ao novo sistema

A suspensão temporária da passagem social é uma decisão tomada em comum acordo, entre a Procuradoria Geral e o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). “O principal  objetivo é a implantação de um novo sistema de controle de bilhetagem e a obrigatoriedade por parte das empresas de colocar nas ruas o número de carros previsto no edital”.

O procurador ainda justificou a suspensão. “Na tentativa de salvar o Programa Passagem Social, até ônibus a prefeitura financiou, através do Fundo de Desenvolvimento do Município de Campos (Fundecam)”.

Fonte: Terceira Via

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Ajude a manter o Momento Verdadeiro.

Recomendados para você.