Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Foguete que entrou na órbita da Terra pousa na posição vertical


Em pouco mais de meia hora, um foguete partiu da Terra, lançou satélites lá em cima, voltou e aterrissou na mesma posição em que foi lançado. De pé. Na vertical. A gritaria foi enorme na sala de controle, em Cabo Canaveral, na Flórida. O motivo da comemoração: pela primeira vez os engenheiros da companhia conseguiam pousar um foguete depois de uma missão no espaço, diz uma reportagem exibida no Jornal Nacional.

Segundo informou o telejornal,  trata-se de uma missão adiada por seis meses. Em junho, a Space X perdeu duas toneladas de equipamentos da Nasa na explosão de um dos foguetes. Esse é um sonho antigo de quem explora o espaço. É que os foguetes são descartáveis, desde os lançamentos, há mais de 60 anos. Se despedaçam na atmosfera quando voltam para a Terra. Um prejuízo que hoje em dia pode chegar a US$ 90 milhões por foguete. Com esse dinheiro dá pra comprar um Air Bus pra 124 passageiros.

O foguete da Space X foi lançado na noite de segunda-feira (22) levando 11 pequenos satélites para a órbita terrestre. Alguns minutos depois do lançamento, a primeira fase do foguete Falcon 9 - que dá força para a decolagem - se desprendeu e começou a viagem de volta para a Terra.

A outra parte levou os satélites pro espaço. Motores acionados na hora certa ajudaram a amenizar a queda. E essa parte tão cara do foguete pousou suavemente, na vertical. A Space X já havia conseguido isso com testes de baixa altitude. Mas nas outras vezes que tentou levar o Falcon 9 para fora da atmosfera, fracassou.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

Em novembro, uma outra companhia, a Blue Origin, conseguiu fazer um pouso em segurança depois de uma viagem para fora da atmosfera. Mas era só um teste, o foguete não levava nenhuma carga.
Agora a Space X consegui o feito pela primeira vez numa missão pra valer. Até a Nasa deu os parabéns. O dono da companhia, o multimilionário Elon Musk, disse que esse é um momento revolucionário, que pode baratear muito as viagens espaciais no futuro.

Um comentário :

  1. PARABÉNS MAIS UMA VEZ A TECNOLOGIA RUSSA.. SÃO FABRICANTES DESSES MOTORES..

    ResponderExcluir

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.