Arena Condá recebe os heróis da Chapecoense. #ForçaChape

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

domingo, 17 de janeiro de 2016

Pelo menos 70 soldados morrem em ataque de grupo terrorista na Somália.


Pelo menos 70 soldados morreram no ataque lançado na sexta-feira (15) pelo grupo jihadista Al Shabab contra a base queniana da Missão da União Africana para a Somália (AMISON), no Sul do país, informaram hoje autoridades locais.
A força multinacional africana e o governo do Quênia limitaram-se a confirmar e a condenar o ataque, sem dar maiores informações sobre o incidente.

Algumas fontes asseguram que ainda há corpos a serem encontrados e que alguns soldados foram feitos como reféns pelo grupo extremista.

O ataque aconteceu na localidade de El-Adde, quando os terroristas explodiram um carro-bomba na entrada do quartel, derrubando um muro de proteção. Eles entraram no recinto militar, onde houve intensa troca de tiros.

Os terroristas levaram armas e veículos, assegurando ter sob controle a localidade de El-Adde. O Quênia é um alvo constante dos jihadistas desde que, em outubro de 2011, o exército queniano entrou na Somália para combater o Al Shabab.

Nos últimos anos, o grupo terrorista tem realizado massacres no Quênia, entre os quais se destacam os do centro comercial Westgate, em Nairobi (2013), em Mpeketoni, Gamba e Mandera (2014) e, mais recentemente, em Garissa (2015). Os ataques deixaram mais de 350 mortos.

Fonte: Agência Brasil.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.