Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

domingo, 3 de janeiro de 2016

Resolva quatro problemas típicos dos celulares.


Veja quatro truques para tirar mais proveito do seu celular. Os smartphones precisam de cuidados e medidas para evitar problemas. Para aproveitar ao máximo esses acessórios tão importantes no mundo moderno, a BBC preparou um rápido guia com truques para ajudar a resolver quatro problemas típicos dos celulares: rompimento de cabos, baterias que se esgotam rápido demais, falta de espaço para memória e consumo exagerado dos planos de dados.

Cabos - Usuários de iPhone costumam queixar-se da vulnerabilidade dos cabos de carregamento de seus telefones, que parecem quebrar, romper e rachar com certa frequência. Os truques para lidar com o problema, no entanto, podem ser úteis para usuários de outras marcas e aparelhos. Não há muito o que fazer: reforçar o cabo é a única solução.

Entre os truques estão colocar a mola do mecanismo de acionamento de uma caneta para fazer o cabo algo mais maleável. Instalando-a próxima ao plug que se conecta ao telefone, evita-se dobras que possam quebrar a fiação. Um canudinho também pode ajudar, ou mesmo papel e fita adesiva. Também pode-se comprar um cabo já reforçado. Além disso, guardar o cabo de forma correta e não esticá-lo demais devem evitar problemas maiores – ao menos por um tempo.

Baterias - Mesmo com tantos avanços, as fabricantes de celulares não conseguiram resolver um antigo problema: a duração das baterias, sobretudo as dos smartphones. Há modelos cujas baterias rendem mais do que as dos outros, mas cedo ou tarde todas pedem para ser recarregadas.

Mas alguns truques podem fazer com que as baterias durem mais. Entre eles está ajustar o brilho da tela. Para isso, vá em Configurações ou ajustes >> Tela ou brilho, dependendo do tipo de celular que você tem.

Você também pode desativar a opção “brilho automático”, já que ela pode estar otimizada para ficar em um nível bem alto de brilho. Outras dicas são desligar o alerta de vibração ao receber mensagens e ligações, reduzir o tempo de bloqueio da tela, e desligar as conexões WiFi e Bluetooth, para que o aparelho não permaneça procurando por elas.

Também é importante desativar a função de localização constante por GPS, desativar o maior número possível de notificações, e evitar que aplicativos permaneçam funcionando em “segundo plano”, o que consome bateria mesmo que eles não estejam sendo utilizados.

Memória - Usuários de smartphones sabem que é difícil resistir à tentação de levar tudo nos aparelhos: fotos, mensagens, documentos, cópias de informações úteis, vídeos, jogos, etc. Isto, no entanto, invariavelmente leva à frustração de receber a mensagem de que não se pode mais bater fotos ou baixar aplicativos devido à falta de espaço de memória disponível.

Uma das principais dicas é priorizar.

O que não é tão necessário deve entrar no topo da lista do que pode ser deletado, seguido de aplicativos que não são utilizados com frequência, filmes e vídeos que já não são assistidos e livros que não são lidos.

Entre as dicas está habilitar um sistema automático para deletar vídeos recebidos por mensagens e determinar um período máximo de dias em que alguns podem ser salvos no aparelho.

Outro truque é não salvar cópias de fotos se você utiliza a função HDR para maior qualidade, controlar quanto espaço da memória é destinado a aplicativos, e utilizar o sistema de “nuvens” para armazenar arquivos, fotos e vídeos.

Planos de dados - Para fazer com que seu plano de dados dure mais tempo e não se esgote rapidamente no mês, uma das primeiras dicas é vigiar os downloads automáticos. As fotos e vídeos que são baixados em seu smartphone sem sua autorização são alguns dos principais vilões para esgotar seus dados. Para impedir que isso aconteça, basta desativar os downloads e reproduções automáticos em aplicativos como WhatsApp e redes sociais como o Facebook.

Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

Além disso, pode-se ter uma economia da franquia mensal de dados ao desativar o maior número possível de notificações desnecessárias e assinalar a opção “reduzir uso de dados” em navegadores como o Chrome ou Safari.

Se o objetivo é economizar uso de dados, no entanto, o maior truque, de longe, é jamais atualizar qualquer aplicativo ou baixar atualizações de softwares fora de uma rede WiFi, e impedir que isso aconteça de forma automática.

Fonte: BBC

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.