Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Boato espalha que vagas em concurso são para o PT.


Nos últimos anos, a descoberta de vários esquemas envolvendo partidos políticos no Brasil tem sido alvo de muitas operações conjuntas da Polícia Federal e do Ministério Público. A Operação Lava Jato, que revelou ao país a existência de um esquema que desviava dinheiro da Petrobras e outras estatais, por exemplo, tem mostrado que ainda há muita sujeira debaixo do tapete. 

Estamos torcendo para que todos os responsáveis pelo esquema, que causou prejuízo aos cofres públicos, sejam punidos. Agora é preciso esclarecer que há muitos boatos envolvendo partidos políticos circulando pelas redes sociais, um deles, por exemplo, diz que o Partido dos Trabalhadores estaria envolvido em um esquema que controla mais de 90% das vagas em concursos públicos. 

Veja abaixo o texto que tem sido compartilhado por milhares de internautas nas redes sociais:

"Investigação da Polícia Federal revela: mais de 90% dos aprovados em concursos públicos federais são filiados ao PT!!! PF desconfia de um esquema mafioso por detrás dos concursos, cujos resultados seriam distribuídos aos filiados do PT com o objetivo de aparelhar a máquina pública. Ao saber disso, o deputado Eduardo Cunha está planejando criar a CPI dos Concursos Públicos!!! Devemos apoiar este nobre homem em sua luta contra o comunismo!!!!"

Notícia Falsa  - Então? 90% dos aprovados em concursos públicos são do PT? Que existe no país alguns concursos públicos duvidosos não há como negar, mas dizer que o Partido dos Trabalhadores tem controle sobre este percentual de vagas em concursos públicos federais, e que as supostas vagas são distribuídas para os membros do partido, seria realmente terrível. Mas o primeiro indício que se trata de uma notícia falsa surge quando é mencionado o nome da Polícia Federal. Acontece que a instituição não divulgou informação sobre nenhuma investigação neste sentido, logo, a notícia não tem credibilidade. E, para finalizar, o texto é muito tendencioso quando fala do atual presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha - "devemos apoiar este nobre homem". Siga o M.V no Twitter e no Facebook 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.