Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

sábado, 19 de março de 2016

Grupos contrários ao governo voltam a ocupar calçada na Avenida Paulista.


Os manifestantes contrários ao governo federal voltaram hoje (19) a ocupar a calçada em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na avenida Paulista. Dezesseis barracas permanecem montadas na calçada e os manifestantes fazem barulho com apitos, cornetas e megafones. Carros que passam pelo acampamento buzinam e gritam palavras de ordem.

O grupo havia desocupado o local ontem, forçado pela Polícia Militar, que direcionou jatos d'água e bombas de gás lacrimogêneo aos participantes, que na ocasião fechavam inclusive as faixas da avenida Paulista. A ação começou por volta das 9h e, no início, os manifestantes tentaram resistir e chegaram a jogar de volta uma bomba de gás contra os blindados e a tropa que fazia a desobstrução da via.

A desobstrução foi necessária para liberação da via para o ato de apoio ao governo da presidenta Dilma Rousseff, ocorrido ontem. Para evitar conflitos entre os dois grupos, a Secretaria de Segurança decidiu retirar os manifestantes contrários ao governo por meio da força.

A Polícia Militar foi procurada para informar quantos manifestantes participam do ato, mas não respondeu.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.