Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

sábado, 12 de março de 2016

Último capítulo de A Regra do Jogo não surpreendeu.


O último capítulo de 'A Regra do Jogo' não surpreendeu, mas teve alguns pontos positivos. A começar pelo desfecho de personagens paralelos: a união de Adisabeba e Feliciano; o sucesso de Merlô, ao retomar sua carreira de MC, nesse caso o autor fez a felicidade do funkeiro ao colocar em sua vida 12 "mandadas" e 12 filhos, ao estilo Mister Catra; o casal Domingas e César formando uma nova família, e até mesmo a noticia da prisão de Juca, que teve um comportamento machista e covarde durante toda trama, mas o nesse ponto faltou ter mostrado a punição dele.

Quem surpreendeu mesmo foi Juliano. Para salvar sua amada Tóia, apesar da personagem não ter confiado nele durante boa parte da novela, ele basicamente destruiu a facção criminosa, que perdeu força após a morte do Gibson. Dante, o policial que jurou destruir a facção, não conseguiria fazer nada sem a ajuda de Juliano. Por isso, o personagem não emplacou. Mas teve seu "momento de glória" quando prendeu Zé Maria, que já estava dominado pelo próprio filho. Em 'A Regra do Jogo' o personagem de Marco Pigossi foi considerado por muitos internautas e por sites especializados em novelas como o policial mais despreparado que já apareceu, pois tudo que ele conseguiu foi por causa do filho de Zé Maria. 

A morte de Romero Rômulo no último capítulo de A Regra do Jogo, dividiu opiniões. Muitos queriam que o ex-vereador tivesse um final feliz com Atena, mas a morte de Romero acabou dando ao personagem um desfecho bom, já que ele morreu para salvar Juliano. A atitude dele não apagou seu passado criminoso, mas deu ao Romero de volta o título de herói no final da trama. 

Para muitos telespectadores a revelação de que Zé Maria foi o autor do tiro que matou Djanira e de propósito, diga-se de passagem, foi uma surpresa, já que muitos imaginaram que ela seria mais uma nas estatísticas de inocentes atingidos por bala perdida durante confronto entre a polícia e os bandidos da facção. A cena foi ao ar durante o embate entre Romero, Zé Maria e Juliano. Antes de revelar quem matou Gibson, o Pai da Facção

João Emanuel Carneiro demorou para revelar quem matou Gibson, passou do ponto! Depois de uma passagem de tempo, quando parecia que todos já tinham esquecido o crime, já que Zé Maria assumiu a culpa, desconfiada, Beliza pressiona Nora, Nelita e Kiki para saber quem matou o pai da facção. Nora tentou assumir a culpa, mas Kiki revelou a verdade. Uma verdade que, mesmo com muitas especulações, ficou aquém da surpresa. Muitos já imaginavam que a filha retirada bruscamente do seio familiar pelo próprio pai poderia ser quem daria um fim a tudo, principalmente a seu sofrimento e ao perigo que sua filha corria enquanto Gibson ainda fosse vivo. 

Diante de tudo, o folhetim 'A Regra do Jogo', mesmo com grandes atores e com momentos considerados bons, não esteve a altura da criatividade do autor João Emanuel Carneiro, que já teve em seu currículo novelas de sucesso como Avenida Brasil. Que cabe lembrar, foi citada pela diretora-geral, Amora Mautner, em uma entrevista em 31 de agosto de 2015, dizendo que A Regra do Jogo seria uma novela inovadora, melhor do que Avenida Brasil (2012).

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.