MST em Nova York.

As redes sociais se tornaram importantes para comunicação, a imprensa reconhece isso e até produz conteúdo com informações oriundas de redes como: Facebook, Twitter, Instagram, WhatsApp, entre outras. Mas quando a notícia divulgada envolve “outros” temos que verificar se é verdadeira ou falsa antes de compartilhar.



Aqui no Momento Verdadeiro temos encontrado várias notícias duvidosas que circulam nas redes sociais. Por exemplo, no Facebook, encontramos a foto de um grupo de pessoas com bandeiras do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a informação de que este grupo foi aos Estados Unidos para apoiar a presidente Dilma Rousseff. Até aí nada demais, afinal o direito de ir e vir, o direito a liberdade, estão garantidos na Constituição Federal de 1988. 

É fato que o MST está apoiando o Governo, e isso podemos constatar até no site oficial do movimento. Porém não divulgou, até o momento, nada sobre a participação de militantes em protestos no exterior. Então, neste caso, um problema pode aparecer quando certas afirmações ou suposições são levantadas e surgem os rumores. Por exemplo, não havendo provas, não é certo afirmar que pessoas ligadas ao MST teriam recebido dinheiro do Partido dos Trabalhadores (PT) para viajar e apoiar Dilma em Nova York. Isso pode causar desentendimento, o que não deveria ser o propósito de nenhuma notícia. Entendemos que todos tem direito de ser contra e podem questionar, mas também temos que respeitar quem é a favor.

Por Washington Luiz.

Comentários



Software recomendado
Baixar videos do YouTube com Freemake