PMDB e PSDB comandarão comissão do impeachment no Senado.

O senador Raimundo Lira, indicado pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), foi eleito presidente Comissão do Impeachment no Senado, que terá como relator o senador Antonio Anastasia, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Minas Gerais. A comissão especial foi instalada nesta terça-feira (26).

Os integrantes da comissão especial, que analisarão a admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, já aprovaram o calendário apresentado pelo senador Antonio Anastasia, que prevê a apresentação do relatório no dia 4 de maio e a votação do texto em 6 de maio. Nesta quinta-feira (28), será ouvida a acusação. Na sexta-feira (29), ouve-se a defesa da presidente, conforme noticiou a 'Agência Senado'.

Raimundo Lira foi eleito presidente, e Anastasia relator | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
O presidente da comissão, Raimundo Lira, agradeceu a confiança dos demais senadores e pediu a todos tranquilidade ao longo do trabalho na comissão. Já o senador Anastasia prometeu serenidade e responsabilidade e assegurou que vai atuar de modo democrático. Ele também negou ter sido secretário-executivo de Miguel Reale Júnior, um dos autores da iniciativa de impeachment. "Será um trabalho de grave responsabilidade e de muito equilíbrio para que possamos concluir nos prazos devidos" — afirmou Anastasia.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Veja também

Zeca fica com Jeiza e Bibi com Caio.