Após debate com Moro, senadores apresentam substitutivo a PL.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Jovem avisou a mãe que iria morrer na boate Pulse.


Jovem avisou a mãe que iria morrer na boate Pulse, Orlando, Estados Unidos
A notícia que um atirador, identificado como Omar Saddiqui Mateen, atacou a boate gay 'Pulse', em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos, e matou 50 pessoas e deixou 53 feridas, neste final de semana, chocou o mundo. Ontem o presidente Barack Obama fez um pronunciamento sobre o caso. Ouça a reportagem neste link.

Até o momento, foram divulgados os nomes de 21 vítimas do atirador Omar Saddiqui Mateen. Entre as vítimas já identificadas, um jovem chamado Eddie Jamoldroy Justice, de 30 anos, chegou a comunicar a própria mãe o que estava acontecendo um ataque no local antes de morrer. Ele enviou uma mensagem no celular afirmando que estava no banheiro da casa noturna e que o atirador se aproximava. "Estão atirando. Ele está vindo. Vou morrer". Mina fez também uma declaração de amor para a mãe".

Este atentado na boate gay já está sendo considerado o pior ataque a tiros da história dos Estados Unidos. Conforme noticiou a agência Reuters, o último com proporções comparáveis foi o massacre de 2007 na universidade Virginia Tech, que deixou 32 mortos. Este é o pior massacre terrorista em solo americano, depois do 11 de setembro.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.