Foto da mulher de Sérgio Cabral com roupas de presidiária circula na web.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

domingo, 26 de junho de 2016

Médica é baleada e morre no Rio de Janeiro.


Mais uma vítima da violência na cidade do Rio de Janeiro. A médica Giselle Palhares Gouvêa, de 34 anos, foi baleada durante tentativa de assalto, na Pavuna, na noite deste sábado.


A médica foi atingida por ao menos um tiro na cabeça e morreu após dar entrada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. Giselle foi socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e levada para a unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

Giselle voltava da inauguração do Centro de Acolhimento ao Deficiente (CAD), em Nova Iguaçu, também na Baixada, quando, no acesso para a Linha Vermelha, no sentido Centro foi abordada pelos criminosos, conforme informou o jornal carioca 'O DIA'.

Ainda de acordo com a publicação, Giselle Palhares Gouvêa era diretora da Clínica da Família de Vila Cava. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Ajude a manter o Momento Verdadeiro.

Recomendados para você.