Segurança do prefeito do Rio é morto a tiros na Pavuna.

Policial militar que trabalhava na segurança do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, foi morto a tiros no bairro Pavuna. Segundo informações da PM,  o tenente Denilson Theodoro de Souza, de 49 anos, reagiu a uma tentativa de assalto. Ele estava de folga, quando ladrões tentaram roubar seu carro na Rua Sargento Antônio Ernesto.

O policial estava acompanhado do cunhado, que conseguiu pedir socorro a uma viatura do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE). Ele era casado e deixa dois filhos, um menino de 16 anos e uma menina de 9 anos, informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar.

Os criminosos fugiram sem levar o veículo da vítima. Agentes do 41° BPM realizaram buscas na neste domingo (27) para tentar prender os suspeitos. O crime ocorreu no mesmo bairro onde no sábado foi assassinada a tiros a médica Gisele Palhares

Edição: Washington Luiz.

Comentários

Como porquinhos resgatados de incêndio acabaram servidos como linguiça para bombeiros.