Foto da mulher de Sérgio Cabral com roupas de presidiária circula na web.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Boxeador, que abusou de camareira, é transferido para Bangu.


Rio - O boxeador Jonas Junias, de 22 anos, preso no último domingo (07/08) acusado de estupro, foi levado para um presídio em Bangu. O atleta foi reconhecido por foto e depois pessoalmente pela camareira, como informou o portal de notícias G1.

De acordo com a delegada Carolina Salomão, da 42º DP (Recreio), o treinador do boxeador da Namíbia estava no quarto e não tentou impedir o crime. "A vítima alega que o treinador dele estava no quarto, viu a abordagem e não chamou a atenção dele. Nem fez nada para coibir. O treinador teria visto [o crime], mas não deve responder como coautor. Mas o mínimo que ele deveria ter feito é ter reprimido".

O treinador será ouvido pela polícia. 

Como aconteceu - Segundo a delegada, a camareira limpava outro cômodo, ele a agarrou por trás e deu um beijo no pescoço dela. Ainda de acordo com Carolina Salomão, a funcionária contou que, depois de se soltar do suspeito, o atleta ainda fez gestos de atos sexuais e ofereceu dinheiro para a vítima.


O Comitê do Rio 2016 afirmou se tratar de uma investigação policial e disse que vai acompanhar o caso. A embaixada da Namíbia não vai se pronunciar sobre o assunto.

Edição: Washington Luiz.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Ajude a manter o Momento Verdadeiro.

Recomendados para você.