Vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é falso, diz polícia.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Plenário da Câmara cassa mandato de Eduardo Cunha.


O plenário da Câmara dos Deputados cassou, na noite desta segunda-feira (13/09), por 450 votos a favor, 10 contra e 9 abstenções, o mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Eram necessários 257 votos para a cassação. A cassação foi motivada por quebra do decoro parlamentar. 

Eduardo Cunha foi acusado de mentir à CPI da Petrobras ao negar, durante depoimento em março de 2015, ser titular de contas no exterior.




Com a decisão do plenário, Cunha fica inelegível por oito anos a partir do fim do mandato. Com isso, está proibido de disputar eleições até 2026. Além disso, perderá o chamado "foro privilegiado", isto é, o direito de ser processado e julgado somente no Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, os inquéritos e ações a que responde na Operação Lava Jato deverão ser enviados para a primeira instância da Justiça Federal. Com informações do G1.

Edição: Washington Luiz.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.