Vídeo de Bolsonaro contra Jean Wyllys é falso, diz polícia.

STF mantém Renan Calheiros na presidência do Senado.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Grades da Alerj são eletrificadas? Não.É boato.


A situação não anda nada boa na Cidade Maravilhosa. O Rio de Janeiro vive um caos. Para se ter ideia, o estado chegou ao ponto de ter suas contas bloqueadas pela Justiça. O servidores estaduais e prestadores de serviço podem até ficar sem receber seus salários. Resumindo, a coisa tá feia!

Na tarde da última terça-feira (08/11), servidores públicos ativos e inativos do estado forçaram a entrada principal do Palácio Tiradentes e chegaram até o plenário em protesto contra o pacote de medidas de austeridade enviado pelo governo do estado à Alerj.

O presidente da Alerj, Jorge Picciani, disse que a invasão foi um crime e uma afronta ao estado democrático de direito sem precedentes na história política brasileira e deve ser repudiado. "Esse é um caso de polícia e de justiça e não vai impedir o funcionamento do Parlamento. No dia 16 iniciaremos as discussões das mensagens enviadas à Alerj pelo Poder Executivo". Devido a invasão, a Alerj foi cercada com grades para impedir protestos de servidores.

Trump menciona Bolsonaro em discurso?
Adriano Imperador virou mendigo? 

Atenção! Circula pelo WhatsApp uma foto mostrando que as grades da Alerj são eletrificadas, mas não é verdade. A assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro informou que a foto é falsa. A informação também foi divulgada pelo jornal Extra!
Conclusão: A placa de "Cuidado. Risco de Choque Elétrico" nas grades da Alerj é falsa. A cerca não é eletrificada. É boato.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.