Adeus à Kim Jong-hyun, vocalista da banda de K-pop SHINee.

PF apreendeu carnes caríssimas na casa do ex-governador Sérgio Cabral?

Circula pelo Facebook e também pelo WhatsApp um texto informando que a Polícia Federal apreendeu carnes nobres avaliadas em mais de R$1.700,00 (o quilo) na casa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. 

Cabral foi preso no dia 17 de novembro na Operação Calicute. Ele responde a dois inquéritos. Um, no Rio e outro em Curitiba (PR). Segundo investigação da força-tarefa da Operação Lava Jato, o ex-governador teria chefiado um esquema responsável por desvios de R$ 224 milhões em contratos de grandes obras no Estado.

A esposa do ex-governador Sérgio Cabral foi presa nesta terça, 06 de dezembro, por decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, do Rio de Janeiro. De acordo com informações do portal G1, a advogada Adriana Ancelmo recebia em seu escritório todas as sextas-feiras uma mochila cheia de dinheiro. Os valores variavam entre R$ 200 mil e R$ 300 mil. 

Para quem estava acostumado a receber essa quantia semanalmente, segundo informações da imprensa, carne nobre na geladeira não seria nada demais. Claro, se considerarmos o padrão de vida do ex-governador Sérgio Cabral e de sua esposa. Porém, como meu compromisso aqui é com a verdade, tenho que esclarecer que está história de que a PF encontrou carnes de R$1.700,00 na geladeira de Sérgio Cabral é FALSA.

Vamos aos fatos:

No dia 17 de novembro, quando Sérgio Cabral foi preso, duzentos e trinta policiais federais cumpriram 38 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão e 14 de condução coercitiva. Não há nenhum registro de que os agentes teriam apreendido carnes nobres na casa do ex-governador. 

As imagens, que acompanham o texto sobre a suposta apreensão de carnes nobres na casa do ex-governador Cabral, podem ser encontradas em outros sites na internet. Como podemos conferir nesta reportagem do portal UOL sobre carnes mais caras do mundo. Por exemplo, a kobe beef, cujo quilo pode custar até US$ 1.000 no Japão.

Para encerrar o assunto, a Polícia Federal divulgou imagens de bens apreendidos durante a Operação Calicute, durante a qual o ex-governador do Rio de Janeiro foi preso. As fotos mostram uma lancha, joias e relógios. Segundo a PF, os bens foram apreendidos em endereços de Cabral. Como podemos conferir aqui nesta reportagem do portal G1, não tem nenhuma foto de carne nobre apreendida na casa do ex-governador.

 Juiz Sérgio Moro será afastado da Lava Jato?

Conclusão: Essa história de que a PF apreendeu carnes caríssimas na casa do ex-governador Sérgio Cabral é BOATO.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.