VÍDEO: Casos de Polícia.

Acusado de matar menina é baleado ao tentar fugir de delegacia no Rio.

Um homem foi baleado ao tentar fugir da Cidade da Polícia no Rio de Janeiro nesta terça-feira (17/01). Sandro Luiz Alves Portilho, de 42 anos, é acusado de matar a menina Thifany Nascimento de Almeida, de 11 anos. Ele foi atingido quando tentava fugir da delegacia. 

De acordo com a polícia, Sandro confessou o sequestro. A menina desapareceu no último domingo (15) enquanto brincava em uma praça no Conjunto Amarelinho, em Irajá. Para convencer a menina a acompanhá-lo, o sequestrador teria prometido que daria um cachorro de presente a ela. O corpo dela foi encontrado em um lixão da Favela de Acari, na Zona Norte da cidade. 
Segundo informações do jornal Extra, ao saber que a polícia tinha encontrado o corpo de Thifany, Sandro tentou pegar a arma de uma policial e saiu correndo da delegacia. Durante a perseguição, em que Sandro chegou a estilhaçar uma vidraça da Cidade da Polícia ao atravessá-la, uma policial disparou dez tiros. O suspeito foi atingido três vezes: na perna, nas costas e na virilha. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma ambulância deixou a o local para socorrer o baleado. Até o momento não há informações sobre o estado de saúde de Sandro.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do jornal Extra.

Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.