Aspargos podem curar câncer?

Não há dúvidas que o aspargo faz bem à saúde. Têm poucas calorias e é altamente nutritivo. Rico em vitaminas e fibras. Além disso, o vegetal é diurético e auxilia no combate aos radicais livres. O site "Dicas de Saúde", divulgou um artigo com nove benefícios do aspargo: anti-inflamatório, antioxidantes, na prevenção do câncer, saúde do coração, defeitos congênitos, diurético, dieta e digestão, rico em vitamina K.   

De acordo com informações que circulam pela internet, o aspargo pode curar o câncer. "A terapia do aspargo pode fazer desaparecer tumores na bexiga, glândulas linfáticas, pulmão, câncer de pele, entre outros...," informou o apresentador do programa 50 por 1, Alvaro Garnero. Segundo o apresentador, o aspargo deve ser cozido antes do uso. "Coloque-os cozidos no liquidificador e bata até formar um purê. Guarde na geladeira. Dê ao paciente 4 colheres de sopa cheias duas vezes ao dia, de manhã e à noite". Será?

Ainda não há como afirmar que o aspargo cura o câncer. Ele tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que ajudam na prevenção de vários tipos de câncer, mas não há prova científica que o vegetal cura qualquer tipo de câncer.  Leia este artigo da jornalista Cristiane Segatto, da Revista Época.

Conclusão: Não podemos afirmar que o aspargo cura qualquer tipo de câncer, pois isso ainda não foi confirmado. Porém, sabemos que consumir alimento rico em vitamina C, folato, potássio e manganês faz bem à saúde. Além disso, o aspargo, também é fonte de ferro e de carotenóides.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Naldo Benny pede ajuda para encontrar carro roubado do filho.