É boato: sargento da Aeronáutica derrubou avião de Teori Zavascki.

Infelizmente, após a trágica morte do ministro Teori Zavascki, tem surgido vários boatos na internet. Teorias da conspiração envolvendo partidos políticos e políticos supostamente interessados em acabar com a Operação Lava Jato. Tema que já abordamos em outro post, leia aqui

Circula pela internet, uma informação, atribuída a uma fonte anônima da Aeronáutica, dando conta que uma gravação do piloto da aeronave que conduzia o ministro Teori Zavaski "foi apagada do sistema da torre de controle do Rio de Janeiro". A história já foi compartilhada nas redes sociais. Porém, segundo informações do portal 'G1', a Força Aérea Brasileira (FAB) já confirmou que o avião tinha um gravador de voz, inclusive, o Ministério Público Federal solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil gravações de conversas do piloto. 

O texto fala ainda que um militar, identificado como sargento Marcondes, ligado ao Partido dos Trabalhadores (PT), seria o responsável pela queda do avião que teve como consequência a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo. Essa história foi desmentida pelo site Boatos.org

Além do Ministério Público Federal, a Polícia Federal está investigando o acidente ocorrido na tarde da última quinta-feira (19). A causa da morte de Teori Zavascki foi politraumatismo. Veja o vídeo.

Conclusão: Essa história de que o sargento Marcondes é o responsável pela morte do relator da Lava Jato é boato.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Veja também

Zeca fica com Jeiza e Bibi com Caio.