Nutella pode provocar câncer?

Será? Nutella, o mais conhecido e vendido creme de avelãs do mundo, pode causar câncer. Um estudo da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) sugere que um ingrediente do produto contém substâncias cancerígenas. 

A Ferrero usa óleo de palma para produzir Nutella. Em entrevista à agência de notícias 'Reuters', Vincenzo Tapella, gerente de Compras da Ferrero, disse que a empresa não cogita substituir o óleo. "Produzir Nutella sem o óleo de palma poderia resultar num substituto inferior ao produto real. Seria um passo atrás", explicou o gerente da Ferrero.

De acordo com o estudo, o problema ocorre quando o óleo é refinado a uma temperatura acima de 200 graus. Ele libera um componente chamado glicidol, que possui potencial cancerígeno maior que outros óleos no mercado. Entretanto, até o momento, não há nenhuma recomendação para suspender o consumo do alimento. Cabe ressaltar ainda que a EFSA afirma que são necessários mais estudos para avaliar o nível de risco.

Através de nota divulgada pela imprensa, a Ferrero esclarece que o óleo de palma utilizado pela empresa passa por um processo industrial que combina temperaturas abaixo de 200 graus celsius e pressão extramente baixa, para minimizar qualquer contaminante na Nutella. A empresa garante que os níveis de glicidol ficam tão baixos que não são identificados por instrumentos científicos, por conta de diversos testes que são realizados.

Conclusão: Ainda não há informações técnicas suficientes para afirmar que Nutella causa câncer. Por enquanto, há muita especulação sobre o assunto. 

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Veja também

Preso processa policiais após ter uma ereção de 4 dias.