Adeus à Kim Jong-hyun, vocalista da banda de K-pop SHINee.

Arma de PM dispara e mata mulher que estava no carro com a filha.

A arma de policial militar, uma pistola .40, disparou e matou uma mulher que estava em um posto de combustível na Vila Matilde (SP), na manhã deste domingo (12/02). O agente foi preso em flagrante. De acordo com informações da Polícia Civil, o policial militar alegou que a arma disparou por causa de um defeito.

A vítima, Maria Claudia Pedace, de 33 anos, foi baleada e não resistiu aos ferimentos. A filha dela, de 3 anos, estava sentada no banco traseiro do veículo. Segundo informações do telejornal 'Bom Dia Brasil', ela estava no posto com amigos, entre os quais estaria o policial, identificado como Guilherme. Ele não estava em horário de trabalho. 

Ainda de acordo com a reportagem, o namorado da vítima, Helimael Luis Vilela de Oliveira, de 30 anos, que dirigia o carro, deu ré e atingiu uma jovem, que teve ferimentos leves. Ele não quis gravar entrevista, mas contou que o PM saiu atrás do carro. Como foi encontrado uma garrafa de uísque dentro do carro e o Helimael se recusou a fazer o teste do bafômetro, ele passou por exame toxicológico.

O policial militar contou que se desequilibrou e atirou sem querer. Ele está há seis meses na corporação. A arma do policial militar foi apreendida e será levada para perícia para que seja investigada uma possível falha mecânica.


O agente foi preso em flagrante por homicídio e será encaminhado ao Presídio Romão Gomes. A Corregedoria da Polícia Militar disse que instaurará um processo administrativo que pode resultar na expulsão do policial. 

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do telejornal 'Bom Dia Brasil'.

Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.