BOATO: Mulheres abusam de homem que estava dormindo.

Brasil vive uma epidemia de vaca louca? Não, é boato.

Você já deve ter ouvido falar sobre a Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). Trata-se de uma doença neurodegenerativa fatal, que afeta a espécie bovina e também pode afetar o ser humano. A enfermidade é mais conhecida como "Mal da Vaca Louca" e é causada por (príon) uma forma de proteína que causa a morte das células cerebrais, formando buracos no cérebro. De acordo com informações da "BBC", os cientistas acreditam que os bovinos são contaminadas pela doença ao consumirem fragmentos desses tecidos na ração. Os seres humanos desenvolveriam um tipo de CJD (síndrome de Creutzfeldt-Jakob) ao consumirem carne contaminada.

Já sabemos que trata-se de uma doença grave, que não tem cura. Acontece que está circulando pela internet a informação de que existe uma epidemia de vaca louca no Brasil e não é para consumir carne vermelha. E agora? Será que há uma epidemia de vaca louca no Brasil? Não. Vamos conhecer os fatos. É verdade que a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí está monitorando um caso suspeito? Sim. É uma paciente de 59 anos, que esteve no Rio de Janeiro, no ano passado. Esta senhora, de acordo com informações do portal 'G1', passou por diversos hospitais, já foi submetida a exames e tratamentos. Hoje, está na Unidade de Terapia Intensivo (UTI). Mas esse suposto caso de CJD ainda não foi confirmado. Assim como outros 4 casos (onde há suspeita da doença) que foram atendidos em três hospitais particulares de Niterói, entre o fim de 2016 e o início deste mês, como informou o jornal Extra. A possibilidade de haver pessoas contaminadas com a doença repercutiu nas redes sociais. Mas cabe ressaltar que a Prefeitura de Niterói (RJ) alerta que, até agora, nenhuma suspeita foi confirmada.

Tudo indica que foi a partir desta reportagem que surgiram os rumores de que o Brasil estaria vivendo uma epidemia de vaca louca. Todavia não há nenhuma razão para pânico. Não há nenhum alerta oficial sobre um surto da doença. Além disso, o Ministério da Agricultura informa que o país mantém o Programa Nacional de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina (PNEEB), que visa manter o Brasil com o menor risco para a doença, mediante a aplicação de medidas de prevenção da entrada do agente no país, de mitigação de risco na cadeia produtiva de ruminantes e de vigilância para a detecção precoce da doença.

É isso! Essa história de epidemia de vaca louca no Brasil e FALSA.

(Por: Washington Luiz).

Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.