Papa Francisco completa 81 anos.

Jovem sai para procurar emprego inventa que foi assaltada para ficar com ex.

São Paulo - Uma jovem de 18 anos saiu de casa para procurar emprego e chegou a ser dada como desaparecida. Ela disse que foi vítima de assalto e perdeu a memória, porém era tudo mentira. Ela estava na casa do ex-namorado. O fato ocorreu em São Vicente. Liliane Andrade Santos, de 18 anos, inventou toda a história do assalto por medo de ser castigada, segundo familiares da jovem.

Depois de ficar 4 dias desaparecida, Liliane Andrade foi encontrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santos, onde alegou que foi assaltada por um rapaz de bicicleta e que acabou batendo a cabeça. De acordo com informações do portal "G1", ela mora com a avó desde que a mãe morreu, chegou a ir para a faculdade no dia do desaparecimento, mas não voltou para casa e ficou sem dar notícias. 

A avó e uma tia de Liliane fizeram uma força-tarefa pelas ruas da cidade e espalharam fotos pelas redes sociais e, inclusive, foram à delegacia para comunicar o desaparecimento da estudante. Ainda de acordo com o portal de notícias da Globo, diante da pressão de alguns amigos, Liliane voltou atrás na história e confirmou que havia inventado toda a situação. Ela inventou o assalto e a perda de memória para poder passar um tempo sozinha com o ex-namorado. 

Liliane agora pode responder por falsa comunicação de crime, o que é considerada uma infração. Por esse motivo, ela pode ser responsabilizada no artigo 340 do Código Penal. De acordo com a Polícia Civil, por inventar a história, a jovem está sujeita a uma pena de até seis meses de detenção e multa.

(Por: Washington Luiz).
Com informações do G1

Comentários

Motorista usa manequim para enganar polícia e acaba no tribunal.