Macacos achados mortos em Rio Preto, Campos, RJ, não confirmam febre amarela.

Campos dos Goytacazes - Como os corpos dos macacos encontrados mortos em Rio Preto estavam em avançado estado de decomposição, foram considerados impróprios para confirmação da febre amarela. A informação foi confirmada  pelo Comitê Municipal de Enfrentamento de Arboviroses. O laudo dos animais encontrados em Conceição de Imbé e Santa Maria Madalena ainda são aguardados. 

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde de Campos, Andréya Moreira, apesar de o município não ter registrado nenhum caso de febre amarela e mesmo sem haver um diagnóstico real sobre as causas das mortes dos primatas encontrados em Campos, o município já está se preparando para quaisquer eventualidades.

O Comitê Municipal de Enfrentamento de Arboviroses é composto pela Vigilância em Saúde, pelo Centro de Controle de Zoonoses, pelo Centro de Referência de Doenças Imuno-infecciosas (CRDI), Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica, secretaria de Desenvolvimento Ambiental e Subsecretaria de Saúde.

Durante a reunião na tarde da última terça-feira (07/03), também foi tratado a questão da intensificação dos mutirões de combate aos vetores responsáveis pela transmissão da dengue, zika, chikungunya e febre amarela, que deverão acontecer com apoio da secretaria de Desenvolvimento Ambiental.

Por: Washington Luiz
(Com informações do jornal Ururau)

Comentários

Veja também

Zeca fica com Jeiza e Bibi com Caio.