Jovem é indenizada após perder virgindade em consulta médica.

Uma jovem russa foi indenizada após ter “perdido a virgindade” em uma consulta ginecológica com sua médica, na Sibéria. 

Segundo o jornal "Siberian Times", o noivo dela teria terminado o relacionamento que eles mantinham após saber do rompimento do hímen da mulher.

Cristã devota, a jovem de 29 anos e seu ex-noivo acreditavam que era dever dela se casar virgem. 

A advogada da paciente celebrou a decisão judicial. 

Esse é o primeiro caso de indenização por perda de virgindade em cadeira ginecológica no país.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do 'Yahoo News'.

Comentários

Menina teve reação à tatuagem de henna. Impressionante!