Ministério identifica dezenas de marcas de azeite com irregularidade.

Por todos os seus benefícios, o azeite de oliva é um produto que deveria estar presente à mesa do brasileiro. Agora foi revelado que dezenas de marcas, que estão nos supermercados, foram consideradas irregulares pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. 

O órgão identificou irregularidades em 45 marcas de azeite das 140 coletadas, em 12 estados e no Distrito Federal. Segundo informações do jornal "Extra", o uso de óleo vegetal com azeite lampante, extraído de azeitonas deterioradas ou fermentadas, que não deve ser destinado à alimentação, foi a fraude mais comum praticada pelas empresas envazadoras fiscalizadas pelo ministério.

Segundo o ministério, na primeira semana deste mês, foram recolhidos 243 mil litros do produto com suspeita de fraude.

Ainda de acordo com o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, o azeite de oliva pode ser classificado em três tipos: extra virgem, virgem, lampante.

Para obter mais informações, ouça a reportagem completa no vídeo acima.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Comentários

Veja também

Zeca fica com Jeiza e Bibi com Caio.