Plenário do Supremo vai julgar imunidade criminal de presidente da República.

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julgará se presidente da República pode ser investigado por acusações ocorridas antes de assumir o mandato. 

O ministro Luiz Fux enviou para a deliberação do colegiado uma ação na qual o PDT pede que a Corte diminua a imunidade ao chefe do Executivo. 

Na ação, o PDT defende que o Supremo deve dar interpretação à Constituição para garantir que o presidente da República pode ser investigado durante o mandato, mas não pode ser alvo de ação penal por crime comum.

Ainda não há data para o julgamento.

Ouça a reportagem completa no vídeo acima.

Comentários

Veja também

Polícia Federal investiga fraudes em 14 concursos públicos