NASA descobre nova evidencia sobre vida em Marte.

Novos dados recolhidos pela NASA reforçam evidência a respeito da possibilidade da existência de vida em Marte

Segundo os cientistas, as concentrações de zinco e germânio encontrada na cratera Gale são de 10 a 100 vezes maiores que aquelas existentes na parte externa do planeta. O geólogo Jeff sustenta que as elevadas concentrações de zinco e germânio na cratera Gale podem, eventualmente, explicar-se por efeitos de atividade hidrotérmica na região.


Os ambientes térmicos extremos são na Terra o habitat de uma ampla gama de micróbios, estes adaptados a viver em tais condições. Com informações da Sputnik.

Reportagem completa no vídeo abaixo ⇓

Comentários

Veja também

Luan Santana quer trocar sertanejo pelo rock.