Conto de fadas, não! Realidade.

Aécio Neves classifica decisão do Supremo de "agigantamento" do Judiciário

Olá pessoal. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) voltou a fazer críticas à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) . 

O parlamentar voltou a criticar o STF após a decisão do plenário do Senado, de se posicionar sobre as medidas tomadas pelo tribunal de afastamento do mandato e recolhimento domiciliar noturno.

Por meio de nota, Aécio Neves classificou de "desequilíbrio entre os poderes" e "agigantamento do Judiciário" o julgamento da 1ª Turma do Supremo que, por 3 votos a 2, aceitou pedido da Procuradoria-Geral da República e afastou o senador de suas atividades legislativas.

Segundo o senador tucano, a decisão ignora "fatos novos", como as gravações dos executivos da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud, as quais, segundo ele, "desacreditam as provas anteriormente utilizadas". Conforme o comunicado, as delações dos funcionários da empresa ocorreram em um contexto "absolutamente obscuro e ilegal".

De acordo com Aécio Neves, a decisão do STF, além de "inconstitucional", é uma "perigosíssima presunção de culpa".

A votação do caso está marcada para a próxima terça-feira (3), mas o plenário da Suprema Corte deve se posicionar de modo prioritário sobre a autorização de afastamento parlamentar, como defendeu o ministro Marco Aurélio Mello. Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Veja também

Preso processa policiais após ter uma ereção de 4 dias.