Conto de fadas, não! Realidade.

Justiça condena Leandro a 20 anos de prisão pelo assassinato de estudante sanjoanense.

Justiça condena Leandro a 20 anos de prisão pelo assassinato de estudante sanjoanense.
A Justiça condenou o jovem Leandro Matheus Marins a 20 anos de prisão pelo assassinato da estudante Luiza Mariano da Silva. 

A universitária tinha 23 anos e trabalhava em uma lavanderia no bairro Itapoã. Leandro contou que usou um fio de ventilador para enforcar Luiza, que ainda teve o pescoço perfurado três vezes. O corpo dela foi encontrado dentro do banheiro do estabelecimento. O crime ocorreu no último dia 29 de junho.  Ela trabalhava na lavanderia havia apenas dois meses. 

O delegado Janderson Lube, da Delegacia Especializada de Homicídio Contra a Mulher (DHPM), disse que Leandro teria ido ao estabelecimento cobrar uma dívida referente à rescisão do contrato da esposa. Ele é marido da ex-funcionária da lavanderia. Quando Leandro foi preso, confessou ter feito uso álcool e cocaína no dia anterior ao crime.

O julgamento de Leandro Matheus aconteceu nesta quarta-feira (04/10) em Vila Velha, no Espírito Santo. Familiares da vítima acompanharam o julgamento. A mãe da estudante Luiza Mariano da Silva, Cláudia Mariano organizou uma manifestação em frente ao fórum, pedindo Justiça. Com informações do jornal Terceira Via.

Comentários

Veja também

Preso processa policiais após ter uma ereção de 4 dias.