Após acusações de assédio, Netflix corta Kevin Spacey de 'House of Cards'.

Após acusações de assédio, Netflix corta Kevin Spacey de 'House of Cards'.
É o fim de Frank Underwood em House of Cards. A Netflix resolveu cortar os laços com o ator Kevin Spacey, protagonista da série, depois de uma série de acusações de assédio sexual. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (03/11), conforme informou a agência Reuters.  

Além da série House of Cardso ator também foi cortado do filme que estava escalado, Gore, sobre a vida do escritor norte-americano Gore Vidal, como informou a revista 'Variety'.

Sobre o futuro da série:

Com um futuro incerto, a série House of Cards, pode ganhar outro contorno, passando a ser focada na personagem vivida por Robin Wright (Claire Underwood). Media Rights Capital, produtora da série, cogita matar o personagem Frank Underwood e continuar à série.

O assédio:

A reportagem publicada no site da CNN, no dia 2, relata vários casos de assédio a homens jovens da equipe da série. A CNN diz ter falado com oito profissionais que já trabalharam em "House of cards". Eles disseram que o ator criava um ambiente "tóxico".

Mas essa não é a primeira vez que o ator é acusado de assédio sexual. Em outubro, o ator Anthony Rapp ("Star Trek"), hoje com 46 anos, disse ao site "Buzzfeed" que foi assediado por Spacey. Segundo o ator o abuso ocorreu durante uma festa em 1986, quando Rapp tinha 14 anos e Spacey tinha 26. Após a denúncia Spacey disse que não se recordava do caso e pediu “as mais sinceras desculpas”, revelando ser gay.

O ator fez um post em sua conta do Twitter para falar do caso e pedir desculpas. 

“Honestamente, não me lembro do encontro. Deve ter sido há mais de 30 anos. Mas se me comportei como ele descreve, devo-lhe as mais sinceras desculpas pelo que teria sido um comportamento ébrio profundamente inapropriado”.

Comentários

Canal do Washington Luiz - Notícias