CASO DE POLÍCIA: Advogado agride médica após confusão em balada de R$ 500 em SP.

Um jovem advogado está sendo acusado de ter agredido uma médica em uma balada nos Jardins, área nobre de São Paulo. A confusão ocorreu na casa noturna Tetto Rooftop Lounge, que cobra até R$ 500 de entrada, e foi parar na Polícia Civil.

Câmeras de segurança do estabelecimento mostram Rafael Barbosa, de 32 anos, avançando na direção de Cristina Lima, de 26, e segurando seu pescoço. O advogado foi contido por outros clientes e seguranças da casa noturna, conforme informou o portal G1

Há duas versões. Segundo a médica, antes dessa agressão, ela havia sido xingada de "rapariga, pobre e puta" pelo advogado porque esbarrou nele sem querer. Em seguida, começou a chorar e bateu nele com a bolsa, passando a filmá-lo com o celular dela. O advogado diz que foi empurrado pela médica, que estaria embriagada, e ainda o chamou de "viado", o estapeou e lhe deu uma bolsada. 

O caso de Cristina será investigado pela 3ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), no Jaguaré, Zona Oeste, como injúria. Rafael também procurou uma delegacia, o 96º Distrito Policial (DP), Monções, na Zona Sul, que também registrou o que aconteceu como injúria.

A casa noturna Tetto Rooftop Lounge informou que o advogado não vai entrar mais no local porque “baniu a entrada do agressor em suas dependências”. 

Com informações do G1.

Comentários