Quadro clínico da mulher de Lula é "irreversível".

O quadro clínico de Dona Marisa Letícia Lula da Silva piorou no início da noite desta quarta-feira (01/02). A mulher do ex-presidente Lula voltou a ser sedada.

De acordo com informações do portal de notícias 'G1', ontem foi realizado um exame, chamado doppler, que constatou que Dona Marisa tem circulação mínima de sangue no cérebro.  Equipes médicas do Hospital Sírio-Libanês seguem monitorando as atividades cerebrais da paciente. Em breve, os médicos devem fazer uma nova avaliação.

O sedativo tinha sido retirado na terça-feira (31/01), porém o estado de saúde de Dona Marisa piorou. Segundo o doutor Roberto Kalil Filho, chefe da equipe médica que cuida da paciente, disse ao jornal "O Globo" que o quadro da ex-primeira-dama é irreversível. "A pressão intracraniana aumentou, a inflamação no cérebro também. Ainda segundo o médico, Marisa continua tendo vasoespasmos". 

Dona Marisa Letícia Lula da Silva está internada desde o dia 24 de janeiro, quando sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico provocado pelo rompimento de um aneurisma.

O ex-presidente Lula está no Hospital Sírio-Libanês para acompanhar o tratamento da mulher.

Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.
Com informações do G1 e do jornal O Globo.

Comentários

Veja também

Preso processa policiais após ter uma ereção de 4 dias.