sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Cientista da NASA desmente profecia "Maia" sobre o "fim do mundo".

-->
Momento Verdadeiro| Fonte:abola.pt

De acordo com a NASA, a profecia Maia que defende o fim do mundo em dezembro deste ano não é verdadeira. A informação foi divulgada no site português "abola".
[Foto reprodução/Nasa]
Segundo a publicação, o fenômeno conquistou seguidores na Internet e para responder aos pedidos de esclarecimento, a NASA reservou um espaço na sua página da Internet dedicada ao tema. Com o aproximar da data o volume de dúvidas aumentou, e a solução encontrada foi publicar um vídeo no qual um astro biólogo explica porque é que o mundo não vai acabar no próximo mês.

David Morrison foi o eleito para refutar a teoria. O astro biólogo do Centro de Pesquisa Ames, respondeu nos dois últimos anos a centenas de questões na Internet e agora foi ele a dar a cara no vídeo divulgado pela NASA.

Segundo explica o cientista, a teoria dos Maias e outras que circulam na Internet têm como objetivo fazer dinheiro e não correspondem à verdadeMorrison explicou ter recebido muitas perguntas sobre o "fim do mundo", algumas de pessoas em desespero: «Não se preocupem com 2012 e desfrutem 2013 quando ele chegar.»

A data exata que a população Maia dá como a última da Humanidade é 21 de dezembro. Porém a NASA esclareceu que nesse dia decorre – apenas – o solstício de inverno, informa o site abola.


Congresso Nacional pode "derrubar" veto ao projeto que prevê redistribuição dos 'royalties do petróleo'.

Momento Verdadeiro|Com Agências.


"Royalties do Petróleo": Os Estados produtores manterão as receitas de contratos em vigência, decidiu a presidenta Dilma Rousseff nesta sexta-feira, dia 30 de novembro de 2012, ao vetar o artigo 3 do projeto que prevê a redistribuição dos royalties com Estados e Municípios não produtores. 

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, considerou positiva a decisão de Dilma Rousseff. "O anúncio pelo Governo Federal de que foram vetados todos os dispositivos do projeto de lei que implicavam em mudanças de regras de contratos já celebrados é a confirmação de que no Brasil vigora o Estado Democrático de Direito", disse o governador.

[Senador Vital do Rêgo defende convocação para derrubar veto de Dilma- Reprodução Internet]
Entretanto, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) disse que diante da decisão da presidente Dilma [veto parcial do projeto] cabe ao Congresso Nacional fazer uma convocação extraordinária para derrubar o veto ao projeto que prevê a redistribuição dos royalties -- “cabe a nós também marcarmos imediatamente uma convocação extraordinária do Congresso para que novamente as bancadas se manifestem, porque já houve da Câmara e do Senado as manifestações da grande maioria. É uma pena [o veto] porque os estados estão passando por uma crise terrível, os municípios sofrendo, mas cabe a nós uma reação. A reação vai ser respeitosa e democrática do Congresso Nacional”, declarou.

Leia também:

Vital também lamentou a decisão da presidente Dilma Rousseff -- “Eu lamento a posição da presidente em nome dos 24 estados [não produtores], em nome de todas as bancadas que lutaram ao longo de dois anos por este grande avanço social. Em nome de 170 milhões de brasileiros, que queriam que esta riqueza não ficasse concentrada apenas em alguns poucos municípios e confesso que me surpreendeu esta posição. Mas respeito [a posição] porque o Congresso também deve ser respeitado se derrubar o veto”, disse Vital.

Eike Batista continua bilionário, mas perde título de mais rico do Brasil.


Com informações do portal G1.

Eike Batista continua bilionário, mas no momento não é o homem mais rico do Brasil. O empresário é idealizador de grandes projetos como o Superporto do Açu em São João da Barra, interior do Rio de JaneiroA fortuna de Eike está hoje estimada em US$ 18,6 bilhões quase metade do que ele possuía no final de março, segundo ranking da Bloomberg
[Eike Batista - Foto divulgação: crédito - Aline Massuca/Valor]
Agora o homem mais rico do Brasil é o empresário Jorge Paulo Lemann, da InBev. Lemman tem US$ 18,9 bilhões. O portal de notícias G1 informa que até quinta-feira, o ranking mostrava Eike na 35ª posição entre os maiores bilionários do mundo, com US$ 18,9 bilhões, duas posições acima de Lemann, com US$ 18,7 bilhões.

Ainda de acordo com a Bloomberg , a "virada",  ocorreu com a queda das ações da OSX – a fabricante de navios de Eike Batista, de 6,35% nesta sexta, enquanto as ações da ABInBev subiram 1,3%.

De janeiro a setembro, as empresas de Eike Batista tiveram prejuízo de R$ 1,68 bilhão – 64% superiores ao prejuízo acumulado ao longo de todo o ano passado, que foi de R$ 1,02 bilhão, segundo dados da consultoria Economatica.

Jorge Paulo Lemann controla, junto com os empresários Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira, a Anheuser-Busch InBev, maior fabricante de cerveja do mundo. Por meio do fundo 3G Capital, os três controlam ainda a rede de fast food Burger King e as Lojas Americanas.

Segundo a "Bloomberg", Eike Batista afirmou, em e-mail, que o Brasil "merece ter mais brasileiros na lista" de bilionários, mas não quis comentar sobre a perda de posição no ranking.

Governo espera "sensibilidade" do Congresso após Dilma vetar redistribuição dos royalties do petróleo.


Da Agência Brasil.

A presidenta da República, Dilma Rousseff vetou o Artigo 3º do projeto de lei aprovado na Câmara dos Deputados que muda as regras de distribuição dos royalties do petróleo de campos já em exploração. Além disso, todos os royalties dos futuros contratos serão destinados à educação.

Leia também:

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que a decisão da presidenta Dilma tem um “grande significado histórico”. “Todos os royalties, a partir das futuras concessões, irão para a educação. Isso envolve todas as prefeituras do Brasil, os estados e a União, porque só a educação vai fazer o Brasil ser uma nação efetivamente desenvolvida”, disse.

[Petrobras - Royalties do Petróleo - Reprodução] 
A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse que a medida provisória (MP), que será encaminhada para publicação no Diário Oficial da União na próxima segunda-feira (3), tem como premissas o respeito à Constituição e aos contratos estabelecidos, a garantia da distribuição das riquezas do petróleo e o fortalecimento da educação brasileira.

A ministra espera "sensibilidade" do Congresso Nacional para a aprovação da MP e argumentou que a medida vai beneficiar todos os entes federativos. "Estamos chegando num momento que não conseguimos ir para frente, não conseguimos fazer novas concessões porque não temos uma regra estabelecida na distribuição de royalties. Então, começamos a passar para um momento em que todos vão perder. Da forma como estamos mandando a medida provisória, respeitando a distribuição feita pelo Congresso, dirigindo para a educação, acredito que vamos ter a sensibilidade do Congresso Nacional."

Segundo Gleisi, a presidenta procurou conservar a maior parte do que foi deliberado no Congresso Nacional. “O veto ao Artigo 3º, resguarda exatamente os contratos em exercícios e redistribuição dos royalties ao longo do tempo”, disse.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o veto não significa "nenhum desapreço ao Congresso Nacional", "mas sim a defesa de dispositivos constitucionais que asseguram a preservação dos contratos firmados até então."

Ronaldo diz que a atual fase é a “pior do futebol brasileiro”, e Felipão rebate com ironia.

[Crédito da Foto: Rafael Ribeiro / CBF]

Momento Verdadeiro|Com Band Esporte.

Felipão não abre mão das comparações, é seu estilo, mas certas declarações acabam gerando polêmicas. Ontem (29) o técnico da seleção brasileira citou os funcionários do "Banco do Brasil" e seu 'exemplo' teve grande repercussão. O mal estar ocorreu, quando o técnico usou a frase:  "Se não tiver pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, senta no escritório e não faz nada", em entrevista quando assumiu oficialmente o comando da seleção brasileira de futebol, nesta quinta (29) pela manhã.

O técnico explica: "não é para agredir ninguém. Ontem eu falei de pressão e depois foi aquele inferno. Estavam dizendo que eu tinha agredido uma classe. Quero me explicar novamente: já conversei com o presidente do Banco do Brasil (Aldemar Bendine) e já pedi desculpas, expliquei que a colocação foi simples e comum, apenas para elucidar uma situação de pressão. Não tive intenção de ofender. Minhas remessas (de dinheiro) de fora passam pelo Banco do Brasil", justificou.

Nesta sexta, 30, segundo informações da coluna "Esporte", da BandLuiz Felipe Scolari esteve perto de nova polêmica. Ao comentar a declaração de Ronaldo, que apontou a atual fase como a “pior do futebol brasileiro”, Felipão rebateu com ironia.

“Pior momento? Não sei ao o que ele se referiu. Em chutar a bola, sentar para almoçar? Tem que perguntar para ele”, disse Felipão, visivelmente contrariado, durante entrevista dos técnicos da Copa das Confederações, no Anhembi, em São Paulo.

Mas minutos depois, já tentando evitar polêmicas, o técnico voltou atrás e se defendeu usando o "caso Banco do Brasil" como exemplo. Ainda de acordo com a Band, Felipão reclamou da imprensa e defendeu seu estilo de falar: “Alguns órgãos de comunicação não gostam da minha forma de trabalhar, mas esse é o meu jeito”.
-->

Universal processa 'Smash Pictures' por "plágio" de "Cinquenta Tons de Cinza".

["Cinquenta Tons de Cinza", de E.L.James - Reprodução/internet]
Momento Verdadeiro| Fonte:Reuters

Uma produtora de filmes e material pornográfico foi processada pela Universal Studios de Hollywood por violação de direitos autorais. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 30 de novembro, pela agência internacional "Thomson Reuters".  A reportagem de Jill Serjeant informa que a Universal acusa a produtora de recorrer à linguagem, personagens e trama da trilogia de livros erótico best-seller "Cinquenta Tons de Cinza" para seus próprios produtos eróticos.

A ação classifica uma das adaptações do filme baseado no livro britânico de "um plágio pura e simplesmente", e a Universal busca impedir a venda dos filmes pornográficos que imitam a trama e recuperar qualquer lucro que eles ganharam.

"Cinquenta Tons de Cinza", de E.L.James, e suas duas sequências venderam mais de 40 milhões de cópias desde a primeira vez que foi publicado em 2011. A Universal comprou os direitos para adaptar a obra para o cinema no começo deste ano, por 5 milhões de dólares, segundo informações.

Ainda de acordo com a Reuters, o processo foi apresentado numa corte federal da Califórnia na terça-feira pela Universal e pela empresa britânica que detém os direitos autorais do livro.

A ação judicial afirma que a Smash Pictures, sediada em Los Angeles, produziu um filme chamado "Cinquenta Tons de Cinza: uma adaptação XXX", recorre a "diálogos exatos, personagens, eventos, história, e estilo da trilogia 'Cinquenta Tons'".

"A primeira adaptação pornográfica não é uma paródia, e não há comentários nela, ou ridiculariza os originais. É um plágio, pura e simples", segundo o processo.

A Smash Pictures não foi encontrada para comentar.

A Universal disse que a Smash Pictures tem dois filmes subsequentes em produção e que uma de suas subsidiárias também havia lançado um kit com brinquedos sexuais chamados "Cinquenta tons de prazer".

O processo busca a proibição da veiculação dos produtos, danos não especificados e os lucros das vendas dos filmes, alegando que houve violação de marca registrada e de direitos autorais, informou a Reuters.

Ministro diz que há indícios de que servidores liberaram dados em troca de dinheiro.


Da Agência Brasil

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse hoje (30) que há indícios de que os servidores da pasta liberaram dados da pasta para faculdades em troca de dinheiro, conforme revelou a Operação Porto Seguro, da Polícia Federal (PF). Mercadante defendeu ainda a ampliação da estrutura para fiscalizar a emissão de diplomas de graduação.

A investigação da PF revelou que funcionários do ministério forneceram dados sigilosos para faculdades. De acordo com o ministro, Esmeraldo Malheiros - que ocupava o cargo de assessor na consultoria jurídica do ministério, é funcionário concursado desde 1983 e um dos indiciados - não tinha competência para conceder benefícios relevantes às instituições.

“Os indícios são que ele recebeu vantagem. Mas ele tinha uma função pouco relevante no que diz respeito a autorizar cursos. A avaliação de cursos quem faz é o Inep [ Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira], são professores de universidades federais”. Enquanto Márcio Alexandre Barbosa Lima, servidor da área de banco de dados e também indiciado, podia apenas consultar o sistema, sem fazer alterações.

“É evidente que esses servidores desonraram a função que exerciam, comprometeram o sigilo funcional”, ressaltou. Os dois servidores foram afastados dos cargos. O ministro não acredita, no entanto, que dados do sistema do ministério possam ter sido fraudadas.

Ao comentar o caso, Mercadante defendeu a ampliação da estrutura para fiscalizar a emissão de diplomas de ensino superior. “Houve um crescimento de 150% no número de matrículas no ensino superior na última década. Então, a estrutura de fiscalização tem que crescer para que a gente possa dar competência.”, disse, após participar de evento promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Segundo o ministro, existe um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados para criar um órgão específico para a fiscalização, como forma de aumentar o número de profissionais dedicados à esse trabalho. “Tem um projeto de lei tramitando na Câmara para criar uma autarquia própria para que a gente possa contratar mais profissionais para melhorar a qualidade da supervisão e regulação”, ressaltou.

De acordo com o ministro, caso existam fraudes na emissão de diplomas pelas faculdades envolvidas no esquema investigado pela PF, elas serão facilmente detectadas pela sindicância da pasta. “A sindicância, imagino que termine em uma semana, porque o trabalho da Polícia Federal foi muito bem feito naquilo que diz respeito ao MEC [Ministério da Educação]. As denúncias são muito bem fundamentadas, são consistentes, os indícios são muito concretos”, disse.

Gusttavo Lima ignora grupo de fãs, informa blogueira.


[Crédito da foto: Leo Franco e Thiago Duran/Agnews]

Momento Verdadeiro|Com informações de Fabíola Reipert.

Gusttavo Lima se apresentou ontem, 29, no palco do Villa Country, em São Paulo, mas segundo informações publicadas no blog da Fabíola Reipert, colunista do R7, a noite não foi agradável para um grupo de fãs, já que o cantor entrou pela porta dos fundos  da casa de shows.


De acordo com a blogueira, havia um grupinho de fãs esperando o sertanejo chegar. Empolgadas e animadas, elas estavam com cartazes, presentes, coraçãozinho de pelúcia escrito "eu te amo" , mas Gusttavo Lima ao chegar por volta das 23h30,  foi avistado pelas meninas, que começaram a acenar e chamá-lo pelo nome. Entretanto, segundo informa a Fabíola, o sertanejo, que estava com o vidro semiaberto e a luz acesa, olhou para o lado e viu as moças, mas fingiu que não percebeu a presença delas. O carro entrou com tudo, deixando as  fãs em tristeza. Chegando algumas a chorar.

Conforme o que já foi publicado em vários veículos de comunicação, outros famosos também já ignoraram algumas vezes seus fãs. Parecem esquecer que sem fã não há sucesso. Imaginem os fãs boicotando essas personalidades.  


Parlamentares de oposição querem explicações sobre telefonemas trocados entre Lula e Rosemary, diz site.


Momento Verdadeiro|Com Agências

Segundo informações do site da Band, divulgado na quarta (28), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá ser convidado para explicar no Congresso a relação com a ex-chefe de gabinete da presidência em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha, que foi demitida depois de ter seu nome envolvido nas investigações da Operação Porto Seguro, da Polícia Federal.
(Foto: Reprodução internet)
Os parlamentares de oposição querem explicações sobre a informação publicada pelo "Metro" na segunda-feira. Lula e Rosemary, trocaram pelo menos 122 telefonemas entre março do ano passado e outubro deste ano - uma média de uma ligação a cada cinco dias, segundo apontam as investigações da PF.

Como o Congresso não tem poder para convocar o ex-presidente, os oposicionistas esperam, porém, o compartilhamento de informações pedido para a  Polícia Federal antes de formalizar o convite. “Tentar associar o nome de Lula a uma funcionária de terceiro escalão é fazer uso político de um esquema que já está sendo investigado e, inclusive, já conta com providências do governo”, protestou o deputado Cândido Vacarezza (PT-SP).

Mas, segundo matéria assinada por Cláudio Humberto, do Rondonotícias, as lideranças do governo e do PT e até o próprio ex-presidente Lula estão trabalhando intensamente, nos bastidores, conversando inclusive com dirigentes da oposição, para barrar eventual proposta de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar corrupção e tráfico de influência de servidores federais, incluindo a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, a “Rose”.


Ainda de acordo com o autor da reportagem, Lula tem telefonado a políticos oposicionistas, pedindo “voto de confiança” até que as investigações da Porto Seguro sejam concluídas. O empenho de Lula pode estar por trás da decisão do PSDB de “pegar leve” com o ex-presidente enquanto não surgirem “fatos novos”.

Rosemary Noronha diz em nota a imprensa que nunca fez nada ilegal,imoral ou irregular enquanto esteve no cargo.

Momento Verdadeiro|Com Agências

Após várias denuncias a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo Rosemary Noronha e seu advogado José Luiz Bueno de Aguiar, divulgaram uma nota à imprensa na quinta-feira (29). Em nota a ex-chefe de gabinete nega as acusações feitas contra ela pela Polícia Federal, de ter praticado tráfico de influência e corrupção quando ocupava o cargo. 
(Foto: Reprodução internet)
Em um trecho da nota, ela diz: "Enquanto trabalhei para o PT ou para a Presidência da República, nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido o ex-ministro José Dirceu ou o ex-presidente Lula em função do cargo que desempenhavam".

Só para lembrar, ela foi uma das 18 pessoas indiciadas pela P F na Operação Porto Seguro, essa ação investigou suposto esquema de venda de pareceres em órgãos públicos para favorecer empresas privadas em negócios com o governo, e devido as denuncias a presidente Dilma Rousseff, ordenou que a ex-chefe de gabinete fosse exonerada do cargo, que ocupava desde 2005 na era Lula.


Abaixo a nota enviada a imprensa pelo advogado José Luiz Bueno de Aguiar:

"A respeito das denúncias publicadas a partir da operação Porto Seguro, da Polícia Federal, minha cliente Rosemary Noronha repudia todas as acusações que têm sido divulgadas pela imprensa e tem certeza que sua inocência será provada em juízo. Desde a última sexta-feira, Rose se colocou à disposição do delegado Ricardo Hiroshi Ishida, responsável pelo caso, para prestar todos os esclarecimentos necessários fornecendo os contatos e endereços seus e de seus advogados.

Sobre a operação da Polícia Federal, Rosemary Noronha tem a declarar:

Do dia para a noite, tive minha vida devassada e apontada como pivô de um esquema criminoso que atrai a atenção de toda a mídia. Sou, portanto, a pessoa mais interessada em provar que não tive qualquer participação em supostas fraudes em pareceres técnicos ou corrupção de servidores públicos para favorecimento a empresas privadas.

Enquanto trabalhei para o PT ou para a Presidência da República, nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido o ex-ministro José Dirceu ou o ex-presidente Lula em função do cargo que desempenhavam. Nunca soube também de qualquer relação pessoal ou profissional deles com os irmãos Paulo e Rubens Vieira.

Quero dizer que todas as viagens que fiz ao exterior foram por solicitação do cerimonial da PR, em decorrência de meu cargo e função e, para isso, fiz curso no Itamaraty, não havendo, portanto, nada de irregular ou estranho neste fato.

Há mais de 10 anos, tenho com o senhor Paulo Vieira uma forte relação de amizade, hoje abalada por detalhes da operação da Polícia Federal. Mesmo perplexa com o caso, tenho absoluta certeza de minha inocência. Não cometi tráfico de influência nem qualquer ato de corrupção, como em breve ficará provado.

São Paulo, 29 de novembro de 2012

Luiz José Bueno de Aguiar e Rosemary Novoa de Noronha"

13º salário deve ser quitado em duas parcelas, mas empregador não é obrigado a pagar a todos no mesmo mês.


Da Agência Brasil.

A legislação brasileira estabelece que o décimo terceiro salário deve ser quitado em duas parcelas - a primeira, entre fevereiro e 30 de novembro de cada ano, e a segunda, até o dia 20 de dezembro. O empregador não é obrigado a pagar as parcelas a todos os funcionários no mesmo mês, podendo adotar critérios que onerem menos a folha de pagamento, desde que respeitados os prazos. 

“O órgão para o qual trabalho paga a primeira parcela no mês de aniversário dos funcionários. Eu gosto porque se recebo no fim do ano, gasto tudo com presentes de Natal, viagens e outras despesas que aparecem. Quando se  recebe uma parte em outro período, as pessoas estão mais centradas, o que desvia essa loucura pelas compras. Todas as vezes em que recebi tudo no fim do ano, o dinheiro sumiu da carteira”, contou a servidora pública Lúcia Marcelino. 

O adiantamento da primeira metade do decimo terceiro também pode ser requerido para o período das férias, desde que seja feito um pedido, por escrito, até o fim de janeiro do ano em questão.

“Se a pessoa investir o valor da primeira parcela, chegará ao fim do ano com o valor integral de sua remuneração de dezembro, somado aos rendimentos financeiros da aplicação bancária do decimo terceiro, descontados os encargos legais. Assim, desde que a utilização da primeira parcela não ocorra por motivos de quitação de dívidas ou por necessidade de alguma compra, a aplicação financeira é excelente opção. Se uma aplicação também puder ocorrer com o valor da segunda parcela, o resultado será melhor ainda”, orientou o contador Adriano Gomes de Aguiar. 

O décimo terceiro é o pagamento adicional de um doze avos do salário do trabalhador, por mês de serviço, ao longo ano. Assim, se uma pessoa trabalhou apenas seis meses do ano, o décimo terceiro será proporcional a esse período. A cada 15 dias trabalhados, o mês será considerado integral para fins de pagamento. As horas extras, os adicionais noturnos e os adicionais por insalubridade ou periculosidade também são contabilizados nesse benefício. 

Quando há demissão sem justa causa, pedido de demissão, fim de contrato por tempo determinado (inclusive os contratos sazonais, por safra) e aposentadoria, o décimo terceiro é proporcional aos meses em serviço. No caso de demissão com justa causa, o trabalhador não recebe o décimo terceiro. Se o empregador já tiver feito o pagamento da primeira parcela, a segunda não é paga.

Não é descontado Imposto de Renda (IR) ou contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) sobre a primeira parcela do décimo terceiro. Incide sobre o valor somente a contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Sobre a segunda parcela, paga até 20 de dezembro, são descontados o IR, o INSS e o FGTS. Todos esses valores são cobrados de forma proporcional ao recebido no mês em questão. 

Pessoas que recebem amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família não têm direito a décimo terceiro.

Ex-assessora da Presidência conseguiu diploma falso para ex-marido trabalhar no Banco do Brasil.

Momento Verdadeiro|Fonte-Folha de S. Paulo


A Folha de S. Paulo informa que a Sra. Rosemary Noronha, ex-assessora da Presidência, conseguiu um diploma falso de bacharel em administração para seu ex-marido. Segundo o jornal, o certificado era necessário para que seu ex, José Cláudio Noronha, ingressasse no conselho de administração da Brasilprev, seguradora controlada pelo Banco do Brasil. A empresa não informou quanto ele recebia por participar de reuniões. Conselheiros do BB recebem R$ 19,7 mil para ir a uma reunião, semestral ou anual. Segundo relatório da Polícia Federal, o diploma foi obtido por Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), preso sob acusação de liderar um grupo que fazia tráfico de influência no governo. 
[Foto reprodução internet]
Ainda de acordo com a publicação, o certificado foi emitido em 2009 pelo Centro de Ensino Superior de Dracena, no interior paulista. O diploma foi registrado na Universidade Federal de São Carlos, conforme exige o Ministério da Educação para certificados de faculdades particulares. Em 2009 aparecem os primeiros e-mails entre Rose e Vieira sobre o certificado. No dia 1º de abril, ela cobra "o diploma de JCN", iniciais do ex. Resposta: "A questão de JCN encontra-se em fase de registro no órgão do MEC (...)". Ele promete solução para maio. Em 4 de maio, Rose pergunta qual será a formação do ex. "Baixaréu (Sic) em administração", responde Vieira. Só em novembro o diploma é enviado ao ex-marido, segundo e-mail interceptado. Rose agradece: "Finalmente! Obrigadaaaaaaaaaaaaaaa".

Leia também:

Também segundo a Folha, em troca do tráfico de influência que fazia, Rosemary chegou a ganhar um cruzeiro com a dupla sertaneja Bruno e Marrone, cirurgia plástica e um camarote no Carnaval do Rio de Janeiro. 

'Operação Porto Seguro': Deflagrada no dia 23 de novembro pela Polícia Federal (PF), a operação realizou buscas em órgãos federais no Estado de São Paulo e em Brasília para desarticular uma organização criminosa que agia para conseguir pareceres técnicos fraudulentos com o objetivo de beneficiar interesses privados.

José Maria Marin não chefiará o Corinthians no Japão.

Momento Verdadeiro|Com Agências.

Corinthians comunica que após ter sido convocado pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, para compor a delegação da entidade no Campeonato Mundial de Clubes, o presidente da CBF, José Maria Marin, não poderá acompanhar o Corinthians durante a competição. Apesar de ter inicialmente aceito o convite do Timão, José Maria Marin teve que atender a convocação da entidade máxima do futebol mundial e "desfalcará" o Corinthians. 
[Presidente da CBF, José Maria Marin - Foto/Ascom-CBF]
Marin fez questão de comunicar prontamente a mudança ao clube. Aproveitou para desejar boa sorte no torneio internacional; e também para convidar o presidente Mário Gobbi para chefiar a delegação brasileira no primeiro amistoso da Seleção em 2013, em Londres, no que foi prontamente aceito. 

"O Corinthians agradece ao presidente da CBF por ter, inicialmente, aceito o convite. Entende as razões que o fizeram declinar. E tem certeza de que novas oportunidades virão para que ele nos acompanhe", explicou o presidente Mário Gobbi.

Antes de Marin, o Corinthians cogitou colocar Luís Inácio Lula da Silva, presidente da República entre 2003 e 2010 e torcedor corintiano, na posição. O político, porém, informou que não poderia participar do evento e a cúpula, então, fez o convite a Marin. Com a recusa do dirigente, o cargo não deve ser ocupado na viagem para a disputa do Mundial.

Ofício do presidente da CBF destinado ao Corinthians:

[Clique para ampliar | Fonte CBF]

Campos dos Goytacazes: orçamento pode encolher 60% com mudança na lei dos 'royalties de petróleo'.


Da Agência Brasil

A simples redistribuição dos royalties do petróleo entre todos os municípios e estados do país não é garantia de desenvolvimento. É preciso leis que garantam a correta aplicação dos recursos para que os resultados beneficiem toda a população, disse o  diretor do Instituto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Pinguelli Rosa.

Hoje (30) termina o prazo de 15 dias para que a presidenta Dilma Rousseff se pronuncie se vai vetar o texto de forma total ou parcial, ou ainda sancionar o projeto sem mudanças. Ele considera justo distribuir os recursos entre todos, embora defenda que é preciso garantir reparações sociais e ambientais aos estados produtores. Pinguelli reconheceu que pouco está sendo debatido sobre a qualidade dos investimentos trazidos com os royalties ou a participação especial que os municípios com instalações petrolíferas têm direito a receber. Lembrou que muitos aplicaram mal os recursos.

"A crítica é correta, só que ela nada muda quanto à justiça ou à injustiça de distribuir os royalties. Porque nada indica que esses [outros] municípios vão fazer o uso correto dos recursos. Aí é uma questão de política. Seria o caso de fixar em lei no que se pode gastar os royalties. Educação, saúde, desenvolvimento tecnológico e proteção ao meio ambiente devem ter prioridade", acrescentou o diretor.

Em muitos municípios do norte fluminense, na área da Bacia de Campos, onde se concentra a extração, o contraste é nítido. Embora o petróleo tenha garantido receitas milionárias para essas prefeituras, também provocou o inchaço das periferias, com pessoas em busca de trabalho, porém sem qualificação, o que gerou inúmeras favelas.

“Acho que tanto nos municípios dos estados produtores, quanto nos outros, isso pode ocorrer. Alguns municípios do norte fluminense usaram melhor os recursos, outros não. Faltou definição legal sobre o destino dos royalties. Ficou a critério de cada prefeitura”, disse Pinguelli.

O reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Silvério de Paiva Freitas, demonstrou preocupação com o futuro da região  diante de mudanças na divisão dos recursos do petróleo. Só o município de Campos dos Goytacazes, onde está a universidade, arrecadou em 2011 cerca de R$ 1 bilhão em royalties. Segundo dados da prefeitura de Campos, com uma eventual mudança na lei, o orçamento municipal encolheria quase 60%.

“É uma preocupação muito grande para todos. Porque onde se explora o petróleo também se geram os passivos, como o do ambiente. E ainda se cria uma série de questões sociais referentes à ilusão de riqueza: muitas pessoas vêm atrás disso, mas nem todas conseguem”, explicou o reitor.

Segundo ele, o dinheiro do petróleo deve ser investido com o objetivo de preparar a sociedade para o dia em que não houver mais petróleo na região. “A partir do momento em que se corta essa expectativa, com certeza há um cenário que cria muita pressão e preocupação em toda a sociedade.”

A Uenf está na 15ª posição entre as melhores universidades do país, na avaliação do Ministério da Educação, com 3,6 mil alunos de graduação e 2 mil de pós-graduação. Se houver corte nos royalties, projetos que estavam prontos para serem iniciados em 2013 serão adiados, incluindo a expansão da Uenf para a região noroeste, considerada a mais pobre do estado.

O governo estadual informou que aplica 60% dos royalties para viabilizar o sistema de previdência. Outros 35% são investidos no Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam) e 5% são direcionados para infraestrutura. O governador do Rio, Sérgio Cabral, estima que estado e municípios podem perder, já em 2013, R$ 7 bilhões, chegando a um total de R$ 77 bilhões até 2020.

Entre as áreas que podem sofrer cortes se houver mudança drástica na atual lei, está a segurança pública, que deverá ter dificuldades para recrutar novos policiais para as unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). No setor de transporte, há previsão de prejuízo à expansão do metrô, previsto para chegar, até 2016, à Barra da Tijuca, onde ocorrerão as principais atividades das Olimpíadas de 2016.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Programas feito por Didi e pelos Cassetas sairão da grade da Rede Globo em 2013.

Momento Verdadeiro|Com informações do site da TV Globo.

Segundo o site da TV Globoa DGE (Direção Geral de Entretenimento) confirmou, nesta quinta (29), que, no dia 3 de fevereiro, será exibido o último programa Aventuras do Didi, pois em 2013 o programa não estará mais dentro do projeto de planejamento da emissora.
(Foto: Reprodução internet)
Segundo o que foi dito, a visão da emissora é que no horário do programa deverá contar com novos programas em vez de ter uma atração fixa. O apresentador Renato Aragão, que já vinha discutindo a reformulação da grade com a DGE, se reuniu com a equipe para gravar o último episódio e já avalia a participação em novos projetos.
(Foto: Reprodução internet)
Outro programa que não vai mais estar na grade em 2013 é o Casseta & Planeta Vai Fundo. O programa se encerra com os especiais de fim de ano, e os profissionais do grupo discutem com a DGE outras possibilidades de participação na programação da emissora.

Felipão se desculpa com presidente do Banco do Brasil, diz nota do Banco.

Momento Verdadeiro|Com informações do G1

Segundo informações do site G1, o técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, telefonou nesta quinta-feira (29) para o presidente do Banco do Brasil (BB), Aldemir Bendine, para dizer que não teve a intenção de ofender os funcionários do banco com uma declaração feita pela manhã e que provocou reação negativa entre os bancários, segundo nota divulgada pelo próprio BB.
(Foto:Reprodução internet)
O mal estar ocorreu, quando o técnico usou a frase:  "Se não tiver pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, senta no escritório e não faz nada", em entrevista quando assumiu oficialmente o comando da seleção brasileira de futebol, nesta quinta (29) pela manhã. E o comentário não passou despercebido e foi repudiado  e lamentado pelo BB e por órgãos ligado ao funcionalismo bancário.

Em comunicado após declaração do técnico, o Banco do Brasil lamentou o comentário infeliz do técnico Luiz Felipe Scolari e afirmou que se orgulha por contar com 116 mil funcionários que todos os dias vestem a camisa do Banco, com as cores do Brasil, e trabalham com dedicação e compromisso para atender com excelência às necessidades de nossos clientes e do nosso país", afirmou BB. E ainda completou, que torce para que as conquistas do vôlei brasileiro, patrocinado pela instituição, "inspirem o trabalho da seleção".


Segundo o Banco do Brasil, Scolari afirmou que não teve a intenção de ofender os funcionários do Banco. “Eu estou lá é para pedir a colaboração do povo brasileiro à seleção e não pretendia ofender o pessoal do Banco do Brasil. Foi apenas uma má colocação”, disse o técnico, de acordo com a nota do banco. Na mesma nota, Bendine afirma que o episódio está superado. E completou dizendo que desejava sucesso no trabalho de Felipão. “Você vai ter aqui uma família de 120 mil pessoas que estará torcendo pelo seu trabalho, que você seja muito feliz nessa nova empreitada e que traga de volta aquela alegria que você nos deu em 2002”.

Juliana Paes está grávida do segundo filho, confirma revista.


[Primeira gravidez  de Juliana Paes - Reprodução]
De acordo com a revista Contigo!, a atriz Juliana Paes está grávida de seu segundo filho. Uma fonte próxima a atriz confirmou a novidade na tarde desta quinta-feira (29). 

Gravida de aproximadamente 1 mês, Juliana Paes está de férias com a família no exterior.

Ainda segundo a publicação, há quase 2 meses, Juliana Paes demonstrou no Twitter que estava pensando em dar um irmãozinho a Pedro.  No dia 20 de setembro, a atriz postou  uma imagem de um ensaio fotográfico  realizado durante sua primeira gravidez e escreveu: “Pensando em ficar assim de novo...”.


Joelmir Beting "abriu caminhos para um jornalismo econômico", disse Dilma Rousseff.


Momento Verdadeiro| Fonte: Agência Brasil.

A morte do jornalista Joelmir Beting foi lamentada hoje (29) pela presidenta da República, Dilma Rousseff, e por ministros. Joelmir Beting estava internado desde o dia 22 de outubro no Hospital Albert Einstein e morreu nesta madrugada, aos 75 anos. No último domingo, ele sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico.

“O jornalista Joelmir Beting foi um mestre em uma das missões primordiais do jornalismo: a de explicar as notícias mais complexas de uma forma simples, nunca simplória. Beting aliava um conhecimento profundo da economia brasileira com uma comunicação didática. Usava comparações de uso corrente para fazer com que todo brasileiro pudesse compreender e formar sua própria opinião sobre os fatos”, disse Dilma, em nota.

A presidenta também disse que Beting “abriu caminhos para um jornalismo econômico sob o ponto de vista do cidadão, não de autoridades, nem de corporações”, e se solidarizou com os parentes e amigos do jornalista.

A ministra da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Helena Chagas, disse que Joelmir Beting foi um de seus mestres na carreira de jornalista. “A sociedade perde hoje aquele que soube, como nenhum outro, falar de economia de um jeito que todos entendiam. Três qualidades se destacaram na vida de Joelmir: credibilidade, seriedade e simplicidade”, declarou em nota. Ela lembrou ainda que o jornalista foi pioneiro em ter uma coluna em jornal, falando de economia de forma simples e didática e em levar essa maneira de explicar para a TV e o rádio.

Para a ministra, Joelmir deixa aos futuros jornalistas o legado dos mestres e, à sua esposa, dois filhos e parentes um patrimônio moral e intelectual que ficará para sempre.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse, após cerimônia no Palácio do Planalto, que Joelmir Beting honrou o jornalismo e o debate econômico no Brasil e deve receber homenagens do país. “Era um jornalista com talento único, sempre teve uma linguagem muito criativa, muito dedicado a prestar uma informação de qualidade. Foi um jornalista que buscou facilitar o entendimento dos temas econômicos buscando sempre levar reflexões e muito envolvido com a agenda do Brasil.”

[Divulgação Band - Jornalista - Joelmir Beting]
Nascido em Tambaú, no interior de São Paulo, em 1936, Joelmir Beting chegou a trabalhar como boia-fria e na juventude mudou-se para a capital paulista para estudar sociologia na Universidade de São Paulo (USP). Porém, fez carreira no jornalismo. Começou como repórter esportivo, em 1957, quando ainda era universitário.

Na década de 60, passou para o jornalismo econômico, área em que ficou conhecido por traduzir o linguajar dos economistas para o público, simplificando a maneira de noticiar explicar o que acontecia na economia do país e do mundo. Em sua página pessoal na internet, Beting contou que chegou a ser chamado de “Chacrinha da Economia” por "acadêmicos enciumados", por ter popularizado as notícias de economia.

O jornalista passou pelos jornais Folha de S.Paulo, Estado de S. Paulo e pelas emissoras de televisão Globo, Record e Gazeta, além de diversas rádios. Desde 2004, era comentarista de economia na Rede Bandeirantes de Televisão.

Abertas as inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Macaé na área de PSF.

Estarão abertas, no período de 30/11 a 14/12/2012, as inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Macaé na área de PSF.  O certame é destinado ao provimento de cargos efetivos para o Programa de Saúde de Família (PSF), Núcleo de Apoio à Saúde de Família (NASF) e Programa dos Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Serão oferecidas 118 vagas (10% serão reservadas às pessoas portadoras de deficiência), com carga horária de 40 horas semanais e remuneração variada entre R$ 686,74 a R$ 7114,25. 
[Foto reprodução internet]

Cargos: Nível Fundamental: Auxiliar Saúde Bucal (2), Motorista (2), Agente Comunitário de Saúde (100). Nível Médio: Técnico de Enfermagem (2); e Nível Superior: assistente Social (2), Cirurgião Dentista (2), Enfermeiro (2), Fisioterapeuta (2), Médico PSF (2), Nutricionista (2).

Inscrições: Os interessados poderão realizar as inscrições via internet, do dia 30 de novembro até às 24 horas do dia 14 de dezembro de 2012, no site www.incp.org.br, ou pessoalmente, do dia 03 a 14 de dezembro de 2012, de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas, na Fábrica da Cidadania - Rua Teixeira de Gouveia, 636 Centro Macaé /RJ.

O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 20,00 para cargos de nível Fundamental e médio e R$ 30,00 para cargos de nível superior. Leia mais (aqui).

Ônibus da Viação 1001 bate em 10 carros que estavam estacionados em Niterói.


Momento Verdadeiro|Jornal "Extra".

Mais um acidente envolvendo a Viação 1001. O ônibus [RJ. 108.876] bateu em dez carros estacionados, na manhã desta quinta-feira, na Praia de Charitas, em Charitas, Niterói. As informações são do Jornal "Extra".

Com o impacto da colisão, um dos carros ficou em pé, imprensado entre outros dois veículos de passeio. Ninguém ficou ferido. A imagem impressionante foi colocada no Twitter pelo usuário Fernando Jorge.
[Foto: Reprodução da internet]

De acordo com a publicação, pessoas que passavam pelo local no momento disseram que o ônibus - onde estavam apenas o cobrador e o motorista - seguia em alta velocidade: "Ele se desgovernou ao passar por uma curva" - disse Kátia Conceição.

O lugar onde aconteceu o acidente é próximo à Estação de Charitas, onde centenas de usuários de catamarã deixam seus carros parados durante todo o dia.

No mês passado o ônibus da Auto Viação 1001 seguia de Itaperuna, no Noroeste do estado, para o Rio de Janeiro, desviou de um veículo de passeio antes de despencar de uma altura de 10 metros e parar após bater em uma árvore.  A assessoria de imprensa da Auto Viação 1001 confirmou através de nota que mais de 14 pessoas morreram no acidente ocorrido na Rodovia Rio-Teresópolis. 

No dia 11 de outubro, outro acidente envolvendo um ônibus da Viação 1001 envolvendo vários veículos de passeio, em Serrinha, KM 77 da BR 101, em Campos dos Goytacazes. 

O que será que está acontecendo com a 1001? 

Dólar rompe o patamar de R$2,10 nesta quinta.


Momento Verdadeiro|Fonte: G1.

A coluna "Economia", do portal de notícias "G1", o dólar comercial opera em alta ante o real nesta quinta-feira (29) e voltou a romper o patamar de R$ 2,10. Perto das 13h50 (horário de Brasília), a moeda norte-americana operava em alta de 0,52%, cotada a R$ 2,1009 para a venda.


Ontem o dólar fechou com alta de 0,49%, cotada a R$ 2,0901 para a venda.
[Foto reprodução internet]

Segundo investidores, a expectativa em torno do vencimento restante de US$ 1,52 bilhão em contratos de swaps cambiais reversos - que equivalem a uma compra de dólares no mercado futuro - em 3 de dezembro pauta o mercado desta quinta.

Na última sexta-feira (23), o BC fez o primeiro leilão de swap cambial tradicional - que equivale a uma venda de dólares no mercado futuro - em cinco meses. A operação foi anunciada pouco após o dólar se aproximar de R$ 2,12, o que levou alguns investidores a interpretarem que esse nível seria um novo teto para a banda cambial informal que, na visão do mercado, vigora no Brasil desde julho. No entanto, essa visão não é consenso.

Alguns profissionais avaliam que, num cenário de volatilidade controlada e de alta global do dólar, o BC deixaria o dólar ir além de R$ 2,10, contanto que a moeda brasileira não tivesse um desempenho muito pior que seus pares. As informações são do G1.

Conquistar o hexacampeonato é uma "obrigação", diz Felipão ao assumir a seleção brasileira.

Momento Verdadeiro| Com Reuters.

A Confederação Brasileira de Futebol anunciou oficialmente nesta quinta-feira, 29, em entrevista coletiva, o novo técnico da Seleção Brasileira. O técnico Luiz Felipe Scolari assumiu a seleção depois da demissão de Mano Menezes. 
[Crédito da Foto: Rafael Ribeiro / CBF]
Em entrevista, após ter sido confirmado seu retorno a seleção pela CBF, Felipão disse: "é com grande alegria que volto a trabalhar e estar envolvido num grande projeto da seleção brasileira que é a Copa de 2014".

Felipão também disse que "nós temos a obrigação sim de ganharmos o título, porque jogamos em casa", acrescentou o treinador que, no entanto, negou se sentir pressionado pela nova missão.
[Crédito da Foto: Rafael Ribeiro / CBF]
A escolha de Felipão e Parreira, comandantes da seleção nas duas últimas conquistas mundiais da seleção brasileira, foi anunciada pelo presidente da CBF, José Maria Marin, que fez uma defesa da escolha de um técnico brasileiro para o cargo, após especulações de que o ex-técnico espanhol do Barcelona Pep Guardiola teria mostrado interesse no cargo, informa a Reuters.

Além de Felipão, que comandou a seleção em sua última conquista de título mundial, em 2002 na Coreia do Sul e do Japão, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também confirmou a chegada de Carlos Alberto Parreira, campeão mundial com o Brasil em 1994, para ser coordenador de seleções.

Como novo treinador da seleção brasileira de futebol, Felipão encara sua nova missão com orgulho e afirma que a seleção tem "obrigação" de conquistar o hexacampeonato mundial em 2014, na Copa do Mundo que será disputada pela segunda vez no Brasil.

Vamos em frente Brasil!