quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz Ano Novo! 2010 de realizações

PhotobucketPhotobucket Photobucket

Ao findar de mais um ano, nossos corações renovam suas baterias.
Lutas, dores, tristezas, mas também conquistas, alegrias e realizações.
Completado, 12 meses, 365 dias, 8760 horas, 525.600 minutos.
Podemos parar um instante e agradecer muito, por essa oportunidade.

A vida é uma sucessão de fatos inevitáveis de acordo com alguns pensadores,
Mas pra mim não, ela é a mais brilhante de todas as experiências.
Por isso é eterna, se o corpo material se deteriora com o tempo.
A alma rejuvenesce quando encontra o Criador.
E esse sim é o maior propósito da vida.

Por isso no mundo não existe só perdedores, nem tão pouco ganhadores;
Apenas administramos o tempo e colhemos o que plantamos;
Assim amigos a palavra chave é perseverança.
E quando munidos dela, nos conscientizamos que por mais árdua que seja nossa tarefa. Estamos apenas alguns passos da nossa vitória...

Que nesse ano de 2010 possamos ver realizados nossos desejos e mesmo depois de termos conquistado, guardemos nossa FÉ.


OBRIGADO POR SUA VISITA, UM 2010 REPLETO DE NOVIDADES.

JESUS ABENÇOE VOCÊ E SUA FAMÍLIA, MEU AMIGO(A) LEITOR(A).

UM FELIZ ANO NOVO!


Atenciosamente
Washington Luiz

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Retrospectiva do Blog


Olá! Estamos encerrando nosso primeiro ano juntos. O blogueiro agradece a todos os amigos e amigas leitores desse singelo Blog. Também é um excelente momento para pedir perdão a você que de alguma forma possa ter se ofendido com algumas palavras ou opinião desse amigo que vos fala, deixando claro que nossas matérias são impessoais. E simplesmente denotam uma opinião sobre determinado assunto, que pode e deve ser debatida por todos que manifestarem desejo de participar, a ferramenta comentários está disponível e é sempre um prazer ver comentários construtivos.

São mais 764 reportagens entre diversos assuntos, e como despedida de 2009 preparei uma retrospectiva. Aí vão as 10 matérias selecionadas.


1 -
O avanço do mar em São João da Barra ( Atafona)

2 - Salvem o Rio Paraíba do Sul

3 - A história se apagando

4 - Que a moda pegue!

5 - SPC vira cadastro positivo também

6 - Avião é um transporte realmente seguro.

7- Mais uma arma contra a pedofilia.

8 - A água valendo ouro no Brasil.

9 - A Gripe Suína e os Jovens

10 – Desenvolvimento sustentável como Meta.


Obrigado! Ao Amigo e a amiga leitora, ano que vem se DEUS quiser estaremos de volta e contamos com seu apoio. Um grande abraço.

Deus te abençoe amigo(a) de maneira rica e abundante.

Sabe vender é uma arte



Nem sempre a primeira comunicação gera uma venda, mas o primeiro contato vai definir se o cliente volta ou não. Pois a venda também é um processo que requer uma sintonia mais apurada do se quer e o modo como é oferecido.

Há algum tempo tenho ouvido reclamações sobre o atendimento ao cliente aqui em Campos dos Goytacazes. E por mais que possa parecer estranho, pude constatar que é verdade. Não é só sair por aí comprando, todos tem necessidades e de alguma forma o vendedor também se transforma em cliente em outra loja.

Sempre que vou às compras me preocupo com duas coisas. A primeira é o atendimento. O preço vem em segundo lugar porque é sabido aquele ditado que diz que o barato sai caro.

Poderia citar vários exemplos, mas seria uma lista muita longa de reclamações. Esses dias mesmo só para enfatizar estávamos eu e minha esposa num supermercado de renome internacional inaugurado a pouco na cidade, fiz minha compra e estava indo embora, quando decidi perguntar a um vendedor de TV por assinatura, sobre os pacotes oferecidos. Para minha surpresa o vendedor não deu a mínima para o que eu estava perguntando. Mascando chiclete, foi grosso e desatencioso comigo, resumindo imediatamente desisti de adquirir seu produto.

A venda não é simplesmente oferecer um produto, é preciso que o vendedor seja agradável e siga uma etiqueta isso é primordial para o sucesso da venda. Que não termina quando o vendedor convence ao cliente levar sua mercadoria. Só para lembrar a figura do vendedor (a) deve ser aquela pessoa que qualquer um queria ser parente.

Afinal: quanto vale um cliente satisfeito? R$R$R$R$.... A satisfação do cliente depende da personalização de suas preferências e necessidades.

Que Deus abençoe todos os vendedores.


Edição e comentários: Washington Luiz

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Nossa nova Carteira de Identidade em 2010

Divulgação:Polícia Federal

O ano novo deve começar com mudanças nos documentos dos brasileiros.

O uso de chips para identificação já é bastante comum em cartões de bancos, pois além da praticidade eles também conferem mais segurança às transações bancárias. Essa realidade dos chips parece finalmente ter chegado à identificação civil. O Instituto Nacional de Identificação (INI), órgão ligado à Polícia Federal, espera que nos próximos dias, antes do fim do ano, seja publicado o decreto para implementação do novo Registro de Identidade Civil (RIC).

O documento vai reunir os números de todos os documentos de registro dos cidadãos, como CPF, Carteira de Trabalho, Carteira Nacional de Habilitação e Título de Eleitor – além do Registro Geral. Com a publicação do decreto, a expectativa é de que o cadastro para a emissão das novas carteiras de identidade comece em janeiro.

Ao solicitar o RIC, o cidadão passará pelos procedimentos habituais para obter a carteira de identidade, com coleta de digitais, fornecimento de dados pessoais e assinatura. A diferença, segundo a Polícia Federal, é que o processo será totalmente informatizado, garantindo um cadastro nacional biométrico.

O novo cartão terá um sistema complexo de tecnologia que inclui microchip e dados gravados a laser no documento. O objetivo é evitar falsificações e permitir maior agilidade na transmissão de dados sobre uma pessoa em todo o território nacional. Os órgãos regionais deverão receber estações de coleta e transferir os dados para o órgão central em Brasília, que por sua vez emitirá a nova identidade.

Espera-se que a partir do terceiro ano de implementação do projeto, 80 mil pessoas possam ser cadastradas por dia, alcançando a meta de 20 milhões de cidadãos por ano. Em nove anos, cerca de 150 milhões de brasileiros devem ter o novo RIC.

Edição:Washington Luiz / Fonte: ABr

Educação Ambiental e a manutenção da vida


A conscientização da educação pública é educativa e a educação ambiental é um importante instrumento da conscientização pública. Trata-se de um processo que passa pela educação escolar, pela educação comunitária e pela educação de coletividades ou de massas.

Esse processo deve ser visto como uma prerrogativa democrática da cidadania, onde a obrigação é do governo, mas a opção deve ser nossa. Daí nasce o interesse de se criar e evoluir as diferentes definições e práticas da educação ambiental.

Com objetivo de criar novos comportamentos, para organizar populações e grupos sociais, formular propostas de melhoria ambiental, baseado no respeito a todas as formas de vida e maior consciência de conduta pessoal, assim como contribuir para uma harmonia entre seres humanos e destes com outras formas de vida.

É importante que haja consciência que evitar danos ao meio ambiente, envolve investimentos para implantação de controles, mudança no processo produtivo, o uso de combustíveis mais puros ou mesmo substituição de fontes de energia e principalmente envolve gastos para manter em funcionamento o controle da poluição.

Para se ter uma idéia da complexidade e urgência de se instituir práticas conservacionistas, basta observar os dados apontados pelos ambientalistas que mostram as terríveis conseqüências da destruição ambiental para saúde humana.

Quatro em cada cinco casos de câncer estão ligados a causas ambientais diretas ou indiretas. A diarréia mata mais de 1000 crianças a cada hora. Os pesticidas causam 1 milhão de envenenamentos graves por ano. Cerca de 80% das doenças no mundo é atribuível direta ou indiretamente as condições inadequadas e inseguras de água e saneamento. Em todo mundo 2,4 bilhões de libras de poluentes perigosos incluindo produtos químicos tóxicos que causam câncer e afetam o sistema nervoso são emitidos por ano.

Os problemas ambientais são globais e não podem ser resolvidos isoladamente. Não é possível uma parte do mundo seguir um caminho enquanto o resto do mundo segue outro. Nenhum país pode sozinho estabilizar o seu clima ou preservar sua diversidade biológica. Basta um único país continuar descarregando grandes quantidades de CFC na atmosfera para aumentar em todo mundo a incidência de câncer de pele, cataratas e provocar a depressão do sistema imunológico, acarretando o aumento de doenças infecciosas.

Podemos ver então que a consciência ambiental está na mudança de comportamento na relação com outros homens e com o meio ambiente. Que fazem da educação uma prática de criação filosófica, visando a reconciliação do homem consigo mesmo, com seu corpo, com a natureza, transcendendo a ela. Isso não é somente um ato de razão, mas de solidariedade, de ética, de política, de negociação entre interesses paradoxais.


Edição e comentários: Washington Luiz / Fonte: Pesquisa Bibliográfica- Coletânea / Ecologia Direito do Cidadão

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Ato médico e a ética profissional

Thais: Graduanda do ultimo ano de medicina

Olá amigos e amigas leitores desse blog, o assunto que vamos tratar aqui é de muita importância para a sociedade. Não se trata de defesa de ideologias e sim da nossa saúde. Uma grande polêmica surge quando o assunto é ATO MÉDICO.

De um lado alguns médicos querem impor limites na questão da abrangência de constituir uma lei que regulamente algumas atividades como exclusiva para os profissionais médicos.

“Há um consenso indubitável acerca destes conceitos, estabelecidos há milênios pela prática da Medicina. Diante da estupefação de alguns pela inexistência, até hoje, de lei que afirmasse o óbvio, vale esclarecer que nunca houve tal necessidade antes, o que só agora se impõe em virtude do crescimento de outras profissões na área da saúde. Estabelecer limites e definir a abrangência do ato médico passou a constituir um assunto de extremo interesse de toda a sociedade, e não apenas dos médicos.”

Do outro lado temos biomédicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, profissional da educação física, psicólogos, técnico em radiologia e terapeuta ocupacional que não concordam com a criação de uma lei exclusiva para os médicos.

“Para adquirir as habilidades e competências para fazer o diagnóstico e as respectivas prescrições terapêuticas nas 13 áreas das profissões regulamentadas, os médicos teriam que estudar no mínimo mais 50 anos. Assim, ao delegar aos médicos o exercício de atos privativos para os quais eles não possuem treinamento, o Estado coloca em risco a saúde da população e engessa o desenvolvimento das profissões da saúde.”


Diante desse assunto complexo o blogueiro entrevistou Thais Beda, acadêmica do ultimo ano de medicina, que relatou sua opinião sobre o tema.


1 – Thais, uma polêmica surge a partir do momento em que há uma contradição entre alguns os profissionais da área de saúde quando assunto é Ato Médico, sendo assim chega à justiça a possibilidade de ser exclusivamente creditado ao médico o dever de diagnosticar e tratar do paciente, o que você pensa disso amiga?

R: Primeiramente a questão não está simplesmente na fragmentação das atividades, e quero deixar bem claro que de maneira nenhuma sou contra que outros profissionais da área de saúde diagnostiquem e tratem os pacientes, a questão está no assumir as conseqüências dos atos. Visto que só é imputada ao médico a responsabilidade, no caso de um erro no tratamento que leve o paciente ao óbito. Portanto se houver uma regulamentação legal que permita os demais profissionais assumir juridicamente seus atos, não vejo nenhum problema para que os demais profissionais habilitados exerçam essa atividade. Lembrando que estamos lidando com vidas, portanto devemos deixar de lado as controvérsias e ver sempre o que é melhor para o paciente. Mesmo porque o paciente deve ser assistido do ponto vista biopsicossocial, ou seja, interdisciplinarmente.

2 – Você acha que isso pode afetar o relacionamento dentro da Equipe?

R: Depende, existe uma questão que deve ser pesada. Quando se há entrosamento não vai acontecer nenhum desgaste na relação. Até mesmo porque isso não é uma questão que envolve a medicina e sim os relacionamentos interpessoais.

3 – Os outros profissionais devem se sentir menosprezado, ou irão ver a supremacia da medicina como uma ameaça?

R: Na verdade não é uma questão de supremacia, visto que legalmente falando essa responsabilidade está dentro da atribuição médica. Agradeço a oportunidade de expor minha opinião, nesse respeitado e democrático blog.

Obrigado a você Thais. Que Deus abençoe a todos os profissionais da área de saúde, e muito sucesso em sua jornada.



P.S: Como o assunto é polêmico e existem dois lados, os profissionais que quiserem manifestar sua opinião; o Blog estará a disposição tanto no item comentários, como recebendo sua matéria pelo e-mail: momentoverdadeiro@gmail.com, o mais importante é debate democrático para que todos manifestem sua opinião.

sábado, 26 de dezembro de 2009

Goste, respeite, ame e será amado.


Um pouco de poesia romântica, para aquecer os corações.

Estesia

Pagamos o preço da vaidade alheia;
Os ponteiros travam a cada segundo;
O peito em brasa incendeia;
Transformando-a no meu mundo.

Imploro a mãe natureza;
Não a separe do meu coração;
Eis: a genuína beleza...
Que ultrapassa a simples razão.

Dulcíssima Gel, lábios de mel.
Momentos de dor...
Que importa! Resta-nos o amor.

Inefável e colossal;
Menospreza a agonia...
Certamente amanhã! Será outro dia.

Quando em seu coração a nostalgia bater, pense nessas mal traçadas linhas como forma de externar a saudade. Quando fui privado de ouvir sua voz, sentir seu cheiro ser acalentado com seus doces afagos.

E senti-me como um pássaro remido de seu bando, que vendo o findar de mais um ciclo prostou-se, mas não desistiu antes a buscou de um extremo ao outro. Por mais que parecia estranho ver a imensidão do mundo sucumbido pela distância.

Todavia digo-lhe minha amada: - Hoje compreendo que a beleza só tem manifestada sua forma através da certeza; que em breve estarei ao seu lado.

Cogito, embora por vezes desconhecido. Pergunto: sabe por que é bom ser escritor? Simplesmente para rabiscar e assim registrar... Que tu és o meu amor.

As dificuldades de um romance só serão vencidas quando realmente existir um laço forte, que une duas almas em uma só vontade de se amar.

Autoria: Washington Luiz.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Então é NATAL.


O dia vinte e quatro de dezembro antecede o Natal. Nesse momento milhares de famílias se reúnem tradicionalmente para festejar. Ansiosos para dar e receber seus presentes. Normal é a tradição que passa de geração em geração. Mas esse ano pra mim está diferente, uma paz e alegria invadiram meu ser e gostaria de compartilhar com vocês amigas e amigos leitores de simples blog.
Bom, tudo começou quando comecei a meditar no verdadeiro sentido do Natal. E ao abrir a bíblia recebi essa maravilhosa palavra.

“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré. A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.” Lucas 1: 26-35

O quão glorioso é esse momento, os tempos passaram, mas a palavra de Deus é a mesma ontem, hoje e será eternamente. E seus planos não podem ser frustrados. Deus o próprio Deus enviou Seu Filho amado para que todos que nele crêem não pereçam, mas tenham vida eterna. Essa sim é a verdadeira comemoração natalina. Que a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo invada todos os lares nesta noite.

Um grande abraço

Seja Sábio


“Não gaste as suas energias, preocupado, ansioso, tentando descobrir a solução para os seus problemas. Devemos aplicar o nosso tempo, usar a nossa sabedoria, para descobrir o nosso talento, porque quando descobrimos o nosso talento e nos dedicamos ao mesmo, o sucesso desejado será alcançado!"

“A vida nova, o sonho realizado, dependerá da entrega pessoal diante de Deus. Não importa se a pessoa conta ou não com as condições humanas, as conquistas com Deus estão condicionadas a oferta pessoal. Quando a pessoa entrega toda sua vida, está entregando todos seus fracassos, debilidades, incapacidades, traumas, complexos, erros. Tudo o que a pessoa foi, tem e é, agora está nas mão de Deus.”


Fonte:Iurd-Pt

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Programa "Fala Garotinho"



Atendendo inúmeros pedidos de ouvintes da cidade, Campos recebeu ontem (22) a visita do ex-governador Anthony Garotinho com seu extrovertido programa “Fala Garotinho” sucesso total na capital. De acordo com os organizadores do programa cerca de quinze mil pessoas compareceram ao Ginásio Olávio Cardoso, no Automóvel Clube Fluminense para participar do evento.

Blogueiro, Prefeita Rosinha Garotinho, e Rosania (Mãe do Blogueiro)


O programa de Natal contou com a participação da prefeita Rosinha Garotinho, que entrou no clima descontraído de seu marido, brincadeiras, distribuição de brindes, e um momento muito especial, onde do público presente surgiu uma senhora, com uma carta na mão solicitando apoio, e prontamente foi recebida. Ao ler a carta Garotinho se emocionou e se dispôs imediatamente em ajudá-la. Seu pedido era de extrema importância, pois ela queria uma cadeira de rodas para sua filha, e foi atendido.


Blogueiro, Dep. Geraldo Pudim, Rosania (Mãe do Blogueiro)



Não deixou de participar desse belíssimo evento, o deputado federal Geraldo Pudim que falou ao blogueiro. “É muito importante apoiar o amigo e experiente político que tem sempre se mostrado presente nos momentos de dificuldades que nosso Estado anda enfrentando. Em Campos a prefeita Rosinha com todas as mazelas herdadas da gestão anterior, vem gradativamente cumprindo suas promessas de governo, e principalmente sua missão que é colocar Campos como cidade modelo de qualidade de vida.” Finalizou: o deputado Geraldo Pudim.

Blogueiro, Radialista Anthony Garotinho e Rosania (Mãe do Blogueiro)


“Calor humano é essencial nesse momento, onde estamos nos preparando para virada de mais um ano, e eu não poderia deixar de atender aos pedidos dos amigos e amigas campistas.” Relatou Garotinho ao Blogueiro.

É isso aí final de ano é hora de projetar novos horizontes, perdoar e ser perdoado, independente das adversidades. Que Deus abençoe todos de maneira rica e abundante.

Facebook sendo usado por pedófilos


Bom dia! O combate a pedofilia é uma luta e só através de um acompanhamento constante no do que os filhos adolescentes andam fazendo na internet, é possível minimizar o uso da rede. E foi assim que um casal britânico se fazendo passar pela filha de 11 anos no site de relacionamentos Facebook conseguiu apanhar um pedófilo que a estava preparando para fazer sexo.

Os pais assumiram o perfil da menina e, depois de tentarem marcar encontros com Thomas Gibbs, de 52 anos, entregaram as provas à polícia. Gibbs admitiu suas intenções e foi condenado a 16 meses de prisão.

Os promotores disseram durante o julgamento num tribunal na cidade britânica de Oxford que os pais ficaram preocupados ao notar que a filha passava muito tempo usando a internet.

De acordo com a promotora Jennifer Edwards, a mãe da menina ficou mais desconfiada quando viu a filha se comunicando pela internet com outro usuário do Facebook. Ela decidiu se fazer passar pela filha e viu que Gibbs tinha feito um comentário sobre a foto da menina e dito que queria beijá-la.

Gibbs também havia escrito no perfil da menina na internet "Eu gosto de você de verdade" e "Eu quero me encontrar com você".

"Ela olhou por cima do ombro da menina e percebeu imediatamente que ela estava se comunicando com Gibbs", disse Edwards.

A mulher alertou o marido e a polícia e o casal começou a se fazer passar pela filha.

"O contato continuou durante a semana seguinte", disse a promotora. "Cada vez que a filha ía ao computador, Gibbs estava pronto, querendo responder."

Recolhendo provas

Quando Gibbs pediu para se encontrar com a menina pela primeira vez, os pais marcaram o local e ficaram olhando de longe, recolhendo provas, mas não se identificaram. Na segunda tentativa de encontro Gibbs foi preso.

O advogado de defesa, Mark Dixon, disse que Gibbs nunca falou em sexo durante as conversas pela internet. Mas ele admitiu que a comunicação "atormentou a família, admitiu responsabilidade e culpa por isso".

O nome de Thomas Gibbs também ficará no registro oficial de pedófilos por cinco anos.

Depois do julgamento, a mãe da menina disse: "Isto me deixa mais preocupada com o Facebook e os pais deveriam estar cientes do que os filhos estão fazendo na internet."

Os operadores do site Facebook disseram em uma nota que a segurança dos usuários é uma prioridade. "Nós encorajamos vigorosamente todos os usuários do Facebook a nos alertarem para pessoas suspeitas e conteúdo inapropriado quando encontrarem isso no site. Nós temos uma equipe que investiga esse tipo de queixa e comentários dos usuários", afirmou um porta-voz.

Edição:Washington Luiz / Fonte:Último Segundo

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Desenvolvimento Sustentável como meta

Blogueiro, Presidente Nacional do PRB Vitor Paulo, Presidente do PRB Campos Vieira Reis

Ao abrirmos mão dos interesses privados em prol dos interesses coletivos, passamos a construção de uma obra perfeita. Quando conscientes dos desafios os cidadãos organizados passam a defender o conceito integral da cidadania, e justamente respeitando o meio ambiente, que nossa labuta tem papel fundamental na construção de uma nova nação brasileira.

Estamos vivendo dias onde somente indicar quem são os culpados pelo processo de poluição da Terra não irá mudar esse quadro preocupante que nos encontramos. Temos é que discutir as medidas urgentes que vamos tomar para começar a desaquecer o Planeta.

Nesse processo o Brasil tem uma participação importante, pois temos que cumprir metas estabelecidas de redução de emissão de gases de efeito estufa, até 2020, de 36,1% a 38,9%, ao mesmo tempo em que precisamos reduzir o desmatamento na Amazônia em 80%, também até 2020.

No setor siderúrgico vamos priorizar a utilização do carvão vegetal, e não o carvão mineral como forma também de minimizar a emissão de gases de efeito estufa. Nossa matriz energética já é considerada a mais limpa do mundo, do ponto de vista da energia elétrica, pois hoje utilizamos 80% de energia limpa.

São fatores consideráveis que colocaram nosso país numa posição de destaque na busca do desenvolvimento sustentável. O que esperávamos da COP-15 era o reconhecimento diplomático da necessidade de manter o Protocolo de Quioto, infelizmente não houve um acordo. Vamos transformar essa frustração que foi vista em Copenhague, num impulso forte e positivo.

E o povo brasileiro consciente de que os recursos naturais são finitos, tem base para atuar de forma conjunta, (executivo, legislativo, judiciário e sociedade) dando prioridade as questões urgentes como reduzir o uso das matérias primas, pois desses recursos depende não só a existência humana e a diversidade biológica, como o próprio crescimento econômico.

Dessa forma estamos nos empenhando para cumprir nossa missão, não somente na conservação do meio ambiente, mas principalmente garantirmos qualidade de vida para nós e nossas futuras gerações.

Washington Luiz – Escritor e Jornalista on-line

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

EMUT vai autuar motorista que sair do itinerário

Claudia Barreto Setor Ouvidoria da Emut


Conforme relatado no post anterior pelo leitor Leandro que observou alguns motoristas de ônibus contornando em local proibido e atrapalhando o trânsito no centro de Campos. O blogueiro então procurou o órgão responsável, onde fui recebido pela Sra. Claudia Barreto responsável pelo Setor de Ouvidoria da Empresa Municipal de Transporte de Campos.

A funcionária informou que até o momento não havia nenhuma reclamação formalizada, mas que a parti de hoje a EMUT estaria tomando as devidas providências, para resolver o problema.

Chefe de fiscalização da Emut Miroveu

Na ocasião também fui recebido pelo Sr. Miroveu chefe de fiscalização da Empresa que disse ser irregular esse trajeto e responsabilidade do motorista. “Se algum motorista for pego saindo da rota prevista, os fiscais têm ordens para autuá-los, pois esse trajeto após o desembarque no terminal central ainda continua sendo rota dos ônibus que devem usar a rotatória para contornar. Sendo de responsabilidade do condutor do veículo cumprir o itinerário, até porque existe um ponto próximo ao brisolão e foi criado para facilitar o acesso da população ao banco e escola próxima.” Finalizou.

A EMUT informou através do superintendente Sr. Sidnei Santana que a fiscalização tem atuado de forma ostensiva. “Inclusive nós estamos encerrando o ano de 2009, com uma média de 1456 reclamações formalizadas, atendidas e resolvidas”.

Com relação a reclamação do leitor a EMUT disse que vai encaminhar um ofício para todas empresas de ônibus informando a proibição. O leitor da cidade que quiser efetuar sua reclamação pode fazer através do 0800-2822334 ou (22) 2733-2444 ramal 226.

Gripe Suína novas descobertas


Olá amigos! Desejo uma boa semana a todos. Começaremos a semana falando da moléstia que abalou o mundo em 2009. A gripe que ficou conhecida como “suína” provocada pelo vírus H1N1, fez várias vítimas em pouco tempo e embora o susto maior tenha passado ainda estamos descobrindo a cada dia suas consequências.

Os resultados das primeiras autópsias de brasileiros que morreram por causa da gripe suína mostram um cenário de danos ao organismo que remonta às epidemias de influenza de 1918, 1954 e 1968: destruição dos alvéolos pulmonares, hemorragia alveolar, inflamação necrótica dos bronquíolos e sinais de falência múltipla dos órgãos. Os exames indicam também ter havido uma resposta exagerada do sistema imunológico contra o vírus, o que acabou por prejudicar os pulmões das vítimas.

No trabalho inédito de análise dos tecidos de 21 pessoas mortas pelo H1N1, cientistas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP apontam ainda que os piores danos pulmonares ocorreram na única paciente grávida analisada, o que confirma a importância da priorização dada a essas pacientes durante a epidemia.

O estudo foi publicado em outubro na revista científica American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine e é um dos primeiros a revelar o resultado de autópsias de vítimas da nova gripe. "Em um cenário em que poucas autópsias foram realizadas, o estudo demonstra a extrema utilidade do procedimento (...) para o conhecimento da nova doença", afirmam os autores do trabalho, liderados por Thais Mauad. "Mostramos que o pulmão é o órgão mais afetado, o que não é diferente das outras pandemias."

Além disso, explica a pesquisadora, em alguns pacientes ficou demonstrado que o corpo, sem conseguir combater eficazmente o agente patogênico, tenta conter a replicação viral com um "armamento" imunológico tão pesado que acaba por lesionar os próprios pulmões.

Segundo o trabalho, os mortos pela gripe suína tinham em média 34 anos e eram em maioria homens. Além disso, 76% tinham comorbidades - problemas crônicos, como doenças cardíacas -, o que confirma que a infecção nesse público é muito perigosa. Os sintomas mais comuns foram falta de ar e febre, o que também condiz com as definições oficiais de casos graves.

"Uma vez que os sintomas são diagnosticados, essas pessoas precisam ser agressivamente tratadas", diz Thais. A maioria recebeu tratamento com o antiviral oseltamivir (cujo nome comercial é Tamiflu), mas não havia informação sobre se isso ocorreu nas 48 horas após o aparecimento dos primeiros sinais da gripe, como determina a bula. "São doentes muito graves que tiveram uma evolução muito rápida. Muitas vezes há pouco a fazer. Mas é possível que os quadros sejam causados por uma carga viral não controlada. E o Tamiflu é importante para diminuir a carga viral." A pesquisadora ressalta que o manejo adequado dos casos de gripe suína em Unidades de Terapia Intensiva é essencial. Recomenda-se manter hidratação e ventilação, além de dar antibiótico para manifestações secundárias.

"Quanto maior o número de autópsias em pacientes graves, melhor será o entendimento da doença", comentou sobre o trabalho Nancy Bellei, infectologista da Unifesp. "Mas tivemos o maior número absoluto de mortes do mundo (1.632, segundo boletim de dezembro do Ministério da Saúde) e nem 10% passaram por autópsias." Para Expedito Luna, professor do Instituto de Medicina Tropical da USP, "é preciso ainda esclarecer, nessa epidemia, o que leva os pulmões desses pacientes a ter essa resposta", disse .

Edição: Washington Luiz / Fonte: Estadão

domingo, 20 de dezembro de 2009

GNV em Campos dos Goytacazes



Variação do GNV nos Estados:



E o absurdo não é a variação entre os Estado e sim entre as cidades do mesmo Estado.
Variação no Preço entre a cidade do Rio de Janeiro e a cidade de Campos dos Goytacazes:



O nosso amigo Dayvison Miranda nos mandou uma foto que comprova isso:




Será que ainda vale a pena ter carro com GNV hoje em dia aqui em Campos?
Pois com preços bem mais altos, muitos ficam em dúvida.


sábado, 19 de dezembro de 2009

Desabafo de um cidadão campista


O transporte coletivo tem um papel importante para qualquer cidade. Muitos o utilizam cotidianamente outros esporadicamente, mas uma coisa é certa seu serviço é essencial para desenvolvimento de qualquer município.

Embora o transporte urbano mais versátil seja o automóvel, por possibilitar a livre escolha do trajeto e uma maior flexibilidade na administração de tempo. Campos dos Goytacazes, e a maioria das cidades brasileiras estão enfrentando vários problemas pelo aumento da frota dos veículos particulares circulando em suas vias urbanas.

Hoje a estrutura viária de Campos está comprometida, em razão dos congestionamentos nos horários de pico o que evidencia uma necessidade urgente de uma reestruturação na área central e subcentral, como forma de resolver esses conflitos.

Incentivar as pessoas usarem durante a semana os ônibus através de projetos de conscientização coletiva ajudam bastante, entretanto os transportes coletivos em Campos ainda não dispõem de uma estrutura suficiente para tal. Reduzir o preço da passagem dos coletivos foi e é uma boa medida, só que não é suficiente.

Sei que a precariedade do sistema é um problema antigo que está sendo reestruturado gradativamente, mas tem fatores que precisam ser observados e não podem ser negligenciado.

É comum vermos ônibus transitando fora da rota traçada pela prefeitura, como no exemplo acima registrado, para reduzir os percursos motoristas que andam sob pressão por conta da concorrência com os alternativos, estão saindo de seu itinerário normal causando grandes transtornos no centro da cidade. O cruzamento acima é o da rua 21 de abril com antiga rua ouvidor, nessa rua existe uma escola e gostaria de uma maior atenção das autoridades na fiscalização. Sei que seu blog é muito acessado, que alguém possa tomar alguma providência. Se puder publicar meu desabafo, agradeço.

Ass: Leandro


Amigo Leandro obrigado pelo crédito de confiança, o blog é uma ferramenta de comunicação democrática e está à disposição de todos os leitores que queiram usá-lo. Estarei entrando em contato com o órgão responsável, para solicitar providências.

Deus abençoe a todos.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Redução de IPVA para os carros flex



Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou proposta de alteração na lei do IPVA. O projeto tem como objetivo corrigir uma distorção que surgiu com advento de uma nova tecnologia em matéria de automóveis e seu abastecimento. E com avanço tecnológico onde o abastecimento com mais de um combustível é uma realidade e normal hoje nas ruas, torna-se necessário essa correção na alíquota do imposto.

O projeto de lei 1.881/08, de autoria do deputado Gilberto Palmares (PT), cria o benefício. Ele inclui na lei sobre o IPVA a alíquota de 3% para veículos bicombustíveis (a alíquota para veículos de passeio é de 4%).

De acordo com Palmares, é injusta a forma como são classificados os carros que podem ser abastecidos com gasolina a álcool no estado. Segundo lembra, os carros que utilizam gasolina e gás GNV pagam 1% de IPVA, pois são classificados como GNV pelo Detran, mas os bicombustíveis com álcool não obtém redução alguma, pagando o correspondente aos veículos de passeio em geral, abastecidos apenas com gasolina.

“Fica evidente, portanto, que há alguma coisa errada, já que o IPVA do automóvel a álcool é menor e o contribuinte que utiliza esse combustível em seu veículo acaba saindo penalizado. Segundo o princípio do tributarismo brasileiro, o Estado deve sempre observar o que for mais benéfico para o contribuinte”, defende.

O projeto foi enviado para a sanção do governador Sérgio Cabral, que terá agora 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta de redução, em 1%, do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para automóveis de passeio e camionetas bicombustíveis, os chamados carros flex.


Edição: Washington Luiz / Fonte: ALERJ

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

A guerra contra o crack


Em diversas cidades o consumo tem aumentado, gerando enorme preocupação. Isso tem levado a esforços no sentido de aperfeiçoar os serviços de assistência e prevenção, assim como a capacitação dos profissionais.

São raros os relatos de pessoas que usaram o crack e não ficaram dependentes. Suspeita-se de que, nesses casos, o indivíduo simplesmente não criou dependência ainda, mas vai acabar criando, caso o consumo continue.

O crack é a droga mais agressiva, tem alto poder de vício e é a mais barata. Em alguns lugares as pedras custam até R$ 2,50, menos que uma cerveja.

Diante das evidências do aumento de consumo de crack no Brasil, o Ministério da Saúde lançou hoje uma campanha de prevenção ao consumo. "O acesso a essa droga vem se ampliando. Um problema grave, sobretudo pelos efeitos devastadores provocados", avaliou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. O Disque-Saúde passa a ter, a partir de hoje, um canal específico com informações sobre tratamento contra o crack. O número é 0800-61-1997.

Estima-se que 0,1% da população brasileira use a substância, derivada do refino de cocaína e a mais viciante entre todas as drogas ilícitas. Com o slogan "Nunca experimente o crack, ele causa dependência e mata", a campanha deverá ser veiculada até dia 31 de janeiro, em rádios, TVs, internet, cinemas, jornais e revistas.

O lançamento da campanha, pouco antes do período de festas e das férias escolares, foi proposital. A ideia, afirmou o ministro, é tentar mostrar, principalmente aos jovens, os riscos da droga. "Os jovens são mais propícios à experimentação. Mas queremos mostrar que algo que possa parecer sedutor no início transforma-se num pesadelo."


Edição: Washington Luiz / Fonte: Estadão

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

É cadeia certa para qualquer um


Opá! Se existe uma coisa que realmente que da xadrex nesse País, é não pagar o leitinho das crianças. Não tem conversa, quando a chapa esquenta...se não quiser ver o sol nascer quadrado tem que andar direitinho com a mãe das crianças.

O pagamento parcial do débito não afasta a possibilidade de prisão civil do alimentante executado. A decisão é da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que não acolheu o pedido de um ex-marido e cassou liminar anteriormente concedida, para possibilitar a sua prisão civil.

O ex-marido interpôs agravo contra decisão que indeferiu pedido de liminar em habeas corpus. Em sua defesa, sustentou que não há razão para a determinação de sua prisão civil, já que a ex-mulher possuiu pouco mais de 30 anos de idade, saúde perfeita e que recebe a quantia de R$ 30 mil mensais, não passando por dificuldade financeira que dê azo à medida extrema de prisão civil. Além disso, argumentou que mesmo que sem anuência dos alimentandos, o pagamento direto de despesas exonera o devedor em relação às quantias pagas.

A ex-mulher, por sua vez, alegou que há completo desamparo dos alimentados, já que o ex-marido não está cumprindo integralmente a sua obrigação alimentar. Por isso, ela está se desfazendo de parte de seu patrimônio, para obstar a inscrição de seu nome em cadastro de inadimplentes, por dívidas não-pagas. Por fim, sustentou que o ex-marido está na gestão do patrimônio conquistado pelo casal durante a união estável, o que retira dela a possibilidade de arcar com suas próprias despesas, razões pelas quais, deve ser restabelecido o decreto prisional.

Ao decidir, a relatora, ministra Nancy Andrighi, destacou que é cabível a prisão civil do alimentante inadimplente em ação de execução contra si proposta, quando se visa ao recebimento das últimas três parcelas devidas a título de pensão alimentícia, mais as que vencerem no curso do processo. Para ela, a pensão alimentícia, salvo acordo em contrário ou determinação judicial, deve ser paga em pecúnia (dinheiro).

A ministra ressaltou, ainda, que o não pagamento de alimentos provisionais, provisórios ou definitivos, independentemente de sua natureza (necessários ou civis) dá ensejo à prisão civil do devedor.
Edição: Washington Luiz / Fonte:STJ

Remédios Fracionados. Podemos exigir


Olá amigos! Perdi a conta de quantas vezes tive necessidade de comprar certa quantidade de remédios para um determinado tratamento e tive que levar a mais. Pois alguns medicamentos só se vendiam caixa fechada. Uma simples dor de cabeça, e um envelope de comprimidos. Com isso a farmacinha de casa fica cheia... e nosso bolso...não precisa nem falar.rsrsrsrsrss

Bom! Esse problema parece que esta chegando ao fim. Com aprovação do Projeto de Lei 7029/06, do Poder Executivo, que obriga a indústria farmacêutica a vender medicamentos em embalagens que permitam a venda fracionada aos consumidores. Dessa forma, eles poderão comprar apenas o que precisam, evitando sobras e desperdício de dinheiro.

Apesar da venda fracionada de medicamentos nas farmácias ser autorizada desde janeiro de 2005 por decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em alguns casos ainda é difícil o consumidor usufruir desse beneficio.

Somente será permitido o fracionamento do medicamento em embalagem especialmente desenvolvida para essa finalidade, devidamente aprovada pela ANVISA. Nos casos de novos registros, o medicamento na forma fracionada deverá ser disponibilizado para uso ou consumo no prazo máximo de 12 meses, contado a partir da concessão do registro, sob pena de cancelamento deste. Esse prazo é prorrogável por seis meses.

O fracionamento será realizado sob a supervisão e responsabilidade do farmacêutico legalmente habilitado. A apresentação da receita médica é condição essencial para o fracionamento. Os remédios que podem ser vendidos sem receita poderão ser fracionados e dispensados em quantidade que atenda às necessidades terapêuticas do consumidor e usuário de medicamentos, sob orientação e responsabilidade do farmacêutico.

O objetivo da venda fracionada é contribuir para a redução dos gastos do consumidor. Além disso, segundo alerta o governo, os medicamentos que sobram são geralmente guardados inadequadamente pelo consumidor, o que contribuiria para a ocorrência de intoxicações graves.

Edição: Washington Luiz / Fonte: Agência da Câmara

Recesso na Câmara começou hoje



O “natal” está à porta, e mesmo diante do maremoto de denuncias e processos acumulados na Câmara, nossos representantes contagiados pelo espírito natalino, enquanto o povo dormia resolveram iniciar o recesso.

Os deputados distritais votaram na madrugada de hoje (16) a verba orçamentária do Distrito Federal para 2010. Assim, eles entram em recesso e deveriam retomar as atividades somente em fevereiro, de acordo com a Lei Orgânica do DF. Porém, em razão dos pedidos de impeachment do governador José Roberto Arruda e dos processos de quebra de decoro parlamentar de oito deputados, eles voltarão às atividades no dia 11 de janeiro. A convocação extraordinária contou com a assinatura de 16 deputados distritais.

Segundo informações da Câmara Legislativa, os parlamentares decidiram que os pedidos de impeachment serão analisados pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois passarão pela comissão especial. Além disso, em janeiro a começam os trabalhos da CPI formada para apurar o caso.

Na sessão, que terminou por volta das 3h, os parlamentares também decidiram a composição da CPI, que terá como titulares os deputados Alírio Neto (PPS), Batista das Cooperativas (PRP), Paulo Tadeu (PT), Raimundo Ribeiro (PSDB) e Eliana Pedrosa (DEM). Os suplentes da CPI são os deputados Benício Tavares (PMDB), Wilson Lima (PR), Chico Leite (PT), Cristiano Araújo (PTB) e Paulo Roriz (DEM).

A CPI será instalada no dia 11 de janeiro, no plenário da Casa. Na ocasião, serão escolhidos o presidente e o relator da comissão de investigação. Nesse mesmo dia haverá novas eleições para escolher o presidente e vice-presidente da CCJ, pois os mandatos das comissões permanentes terminam neste ano.

A comissão especial que analisará os pedidos de impeachment será composta por cinco
integrantes. Os blocos e partidos também têm prazo até o dia 11 de janeiro para indicar seus representantes.

Casos como esses deveriam ser prioridade, mais o leitor sabem né... O povo brasileiro entende, podemos deixar para o ano que vem... afinal é NATAL!

Edição:Washington Luiz / Fonte: Abr.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Empresários brasileiros vão investir mais de US$ 7 bilhões no Peru



Internacionalização da indústria brasileira levou mais de 100 empresários brasileiros a participarem em Lima, da criação do Conselho Empresarial Brasil-Peru (CEBP), que tem como objetivo ampliar a relação de negócios entre as duas nações.

Durante a cerimônia, que aconteceu no encerramento do Seminário “Interoceânica: uma nova integração entre Brasil e Peru”, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, ao lado dos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Alan García, ressaltou as diversas missões empresariais feitas entre os dois países nos últimos anos.

As relações entre Peru e a Fiesp se iniciaram em 2006, com a visita do presidente peruano e de 250 empresas daquele país à entidade. De lá para cá, a corrente de comércio saiu de US$ 2,3 bilhões para US$ 3,3 bilhões, o que representou um aumento de 43,4%.

Ao mesmo tempo, os investimentos brasileiros naquele país saltaram de US$ 30 milhões, há dois anos, para entrar na casa dos bilhões de dólares neste ano. “Os aportes das empresas brasileiras no Peru vão passar de US$ 7 bilhões, de 2008 a 2012, e vão representar a geração de mais de 30 mil empregos”, afirmou Skaf.

Questionado por jornalistas brasileiros se a opção dos empresários de investir no Peru não tira empregos de nosso próprio país, o presidente da Fiesp reiterou: “Nós não investimos no Peru por caridade, mas porque é um bom negócio tanto para nós quanto para a região, e que gera empregos para ambos os lados”, disse.

O líder empresarial reforçou, ainda, que tudo isso faz parte do processo de internacionalização das empresas brasileiras e da liderança do Brasil na América do Sul, que vem acontecendo de forma integradora e não predatória.

Os números foram anunciados durante a primeira reunião do Conselho que, do lado do Brasil, é presidido pela Fiesp e conta com os seguintes grupos: Ambev, Braskem, OAS, CSN, Embraer, Andrade Gutierrez, Gerdau, Queiroz Galvão, Odebrecht, Petrobras, TAM, Vale e Votorantim Metais.

Pelo Peru, a presidência é do empresário Mario Brescia Caferatta e participam: Cámara Binacional de Comercio Integración Perú-Brasil (Capebras), SiderPeru, Grupo Brescia, Buenaventura, Graña y Montero, Petrobras Perú, Tacama e Grupo Brasil.

Edição: Washington Luiz / Fonte: CIESP

Recesso pode ser suspenso na Câmara

Agência Brasil

A oposição diz já ter as assinaturas necessárias para que a Câmara Legislativa do Distrito Federal funcione durante o recesso parlamentar de fim de ano. Os deputados oposicionistas querem apurar as denúncias contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM).

De acordo com a líder do PT na Casa, deputada Érika Kokai, o requerimento da Câmara estabelece que são necessárias apenas oito assinaturas para que a autoconvocação seja aprovada. A Câmara é composta por 24 deputados distritais.

“Já temos estas assinaturas e, portanto, temos as condições legais para suspender o recesso. Só que o requerimento só pode ser apresentado após o recesso ser instaurado”, explicou a deputada, afirmando que, se depender da oposição, a Lei Orçamentária para 2010 não será votada amanhã (15), impedindo o início do recesso legislativo.

“Achamos que precisamos de mais tempo para analisar o orçamento já que não podemos correr o risco de destinar recursos para ações desenvolvidas por empresas que aparecem no vídeo entregando pacotes de dinheiro para [integrantes] do governo do Distrito Federal. E há algumas empresas que prestam serviços a diversas secretarias e nós vamos precisar pinçá-las uma a uma”.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Parece brincadeira mas é verdade


O que é que custa quase R$ 14.000,00 o litro? Resposta: TINTA DE IMPRESSORA!

VOCÊ JÁ TINHA FEITO O CÁLCULO? Veja o que estão fazendo conosco...

Já nos acostumamos aos roubos e furtos, e ninguém reclama mais.
Há não muito tempo atrás, as impressoras eram caras e barulhentas.

Com as impressoras a jatos de tinta, as impressoras matriciais domésticas foram descartadas, pois todos foram seduzidos pela qualidade, velocidade e facilidade das novas impressoras.

Aí, veio a "Grande Sacada" dos fabricantes: oferecer impressoras cada vez
mais e mais baratas, e cartuchos cada vez mais e mais caros. Nos casos dos modelos mais baratos, o conjunto de cartuchos pode custar mais do que a própria impressora.

Olhe só o cúmulo: pode acontecer de compensar mais trocar a impressora
do que fazer a reposição de cartuchos.

VEJA ESTE EXEMPLO:

Uma HP DJ3845 é vendida, nas principais lojas, por aproximadamente R$ 170,00.
A reposição dos dois cartuchos (10 ml o preto e 8 ml o colorido), fica em torno de R$ 130,00.

Daí, você vende a sua impressora semi-nova, sem os cartuchos, por uns R$ 90,00 (para vender rápido). Junta mais R$ 80,00, e compra uma nova impressora e com cartuchos originais de fábrica..

Os fabricantes fingem que nem é com eles; dizem que é caro por ser "tecnologia de ponta".

Para piorar, de uns tempos para cá passaram a DIMINUIR a quantidade de tinta (mantendo o preço).

Um cartucho HP, com míseros 10 ml de tinta, custa R$ 55,99. Isso dá R$ 5,59 por mililitro. Só para comparação, a Champagne Veuve Clicquot City Travelle custa, por mililitro, R$ 1,29 Só acrescentando: as impressoras HP 1410, HP J3680 e HP 3920, que usam os cartuchos HP 21 e 22, estão vindo somente com 5 ml de tinta!

A Lexmark vende um cartucho para a linha de impressoras X, o cartucho 26,
com 5,5 ml de tinta colorida, por R$ 75,00. Fazendo as contas: 1.000 ml / 5.5 ml = 181 cartuchos R$ 75,00 = R$ 13..575,00..

Veja só: R$ 13.575,00, por um litro de tinta colorida. Com este valor, podemos comprar, aproximadamente:

- 300 gr de OURO;
- 3 TVs de Plasma de 42';
- 1 UNO Mille 2003;
- 45 impressoras que utilizam este cartucho;
- 4 notebooks;
- 8 Micros Intel.


Ou seja, um assalto!


Edição:Washington Luiz / Fonte: Matéria do Leitor

Justiça detemina posse de candidatos em São Francisco

Justiça detemina posse de candidatos em São Francisco do Itabapoana e concurso de Duque de Caxias expira prazo em Fevereiro de 2010



O Juízo da Vara única da Comarca de São Francisco do Itabapoana deferiu liminar requerida pelo Ministério Público Estadual e determinou ao Prefeito Municipal a homologação do concurso realizado no exercício de 2008.



A decisão proferida nos autos do processo de ação civil pública nº 2009.070.002536-0, tem a seguinte parte final:



“Isto posto, defiro a liminar, na forma do artigo 12 da Lei 7347/85 e determino o Município de São Francisco de Itabapoana homologue o concurso público nº 01/2008, no prazo de cinco dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reis). Decorrido tal prazo, uma vez homologado o referido concurso, deverá o réu proceder a imediata convocação dos aprovados no referido concurso para ocuparem o cargo para os quais foram aprovados. Se tal convocação não ocorrer no prazo de dez dias após a homologação do concurso, fixo multa diária no mesmo patamar anteriormente fixado. Notifiquem-se e intimem-se."



Os candidatos devem ficar atentos às convocações.



Concurso da área de Saúde no Município de Duque de Caxias expira em Fevereiro de 2010



O concurso público da área de saúde do Município de Duque de Caxias encontra-se em vias de expirar seu prazo. O certame foi homologado em Fevereiro de 2008 com validade de 01 (um) ano e foi prorrogado em 2009 para vigência até Fevereiro de 2010.



A última convocação, em 19/10/09, foi para os seguintes cargos:




Fonte: sodermachado







Lula: Nova Contratação do Flamengo!

Fonte: André Dusek/AE


Lula brincou: "Sou a nova contratação do Flamengo".

Beleza negra busca seu espaço na mídia


Olá amigos Deus abençoe a todos! E na busca desse espaço há um perigo oculto. Sou um afrodescendente e concordo que devemos buscar nossos direitos, como qualquer cidadão, principalmente no que tange a formação intelectual. Mas é preciso observar que forçando a barra desse jeito o que iremos é fazer uma imposição, e, em minha opinião não é usando da vantagem de ser negro que vamos chegar lá. É preciso sim criar oportunidades iguais para todos, sem demagogia.

Mais negros na televisão, em revistas e em ensaios de moda. Além de valorizar a diversidade brasileira, a proposta é fazer com que os negros também sejam vistos como modelos de beleza pela sociedade, ao lado de outros padrões estéticos. Formas de provocar mudanças capazes de favorecer essa visão foram temas do Seminário de Estética e Negritude no Brasil Contemporâneo, hoje (14), no Rio de Janeiro.

“Falta sensibilidade dos donos da mídia no Brasil para que abandonem o conceito estético europeu”, afirmou o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, na abertura do evento, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). “A maioria da população brasileira é de negros, mas vivemos em uma cultura onde esse padrão estético não é estimulado.”

Durante o seminário, a doutora em filosofia Helena Teodoro explicou que, devido a um processo histórico de dominação cultural, os próprio negros não conseguem perceber que, muitas vezes, estão “valorizando a estética do outro”. “Os valores colocados se relacionam com alguma coisa que está fora de você [negros]”.

Segundo Helena, as origens da desvalorização da estética da negritude decorre de uma série de teorias e ciências que se originaram na Europa, durante o processo colonizador e que classificaram outras culturas como inferiores. “Essas estéticas [africanas] foram consideradas menores por muito tempo”, explicou.

Para reverter essa situação, Helena sugere uma melhor divulgação sobre o processo civilizatório no país, a diáspora e a cultura negra, com foco na religiosidade. “Isso é básico e fundamental”, afirmou. “Temos um modelo em que a religião não está apartada do resto, como na tradição judaico cristã”.

O antropólogo da Universidade Federal Fluminense (UFF) Julio Tavares, que também participou do debate, lembrou que as teorias derivadas da eugenia (ciência que pesquisa o aprimoramento genético da espécie humana) ainda predominam no contexto atual e são espalhadas cotidianamente pelos veículos de comunicação e pela indústria cultural, responsáveis por difundir modelos de beleza na sociedade.

Para acelerar mudanças que favoreçam a estética do negro, Tavares defende ações afirmativas nas produções de filmes, novelas e seriados, como é feito nos Estados Unidos. “Não pode ser só uma mudança quantitativa, mas de representação de formas diferentes do belo. Não é apresentar simplesmente mais negros, mas modelos estéticos diferenciados”, disse ele.

O Encontro de Arte Negra – Seminário de Estética e Negritude no Brasil Contemporâneo reúne artistas, intelectuais e estudantes. O encontro vai até a próxima quarta-feira (16), com uma série de debates na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro da capital fluminense.

E você amigo(a) leitor(a) o que acha?


Edição: Washington Luiz / Fonte:EBC

Processos digitalizados uma realidade iminente


Embora muito raramente, existem ainda bons advogados que não se desprendem de suas boas máquinas de escrever Olivetti. Imagine você amigo leitor o quanto esses paradigmas precisam ser esmiuçados. Os profissionais do direito terão que se enquadrarem as modernidades que a tecnologia oferece.

A partir do dia 31 de janeiro, seis classes processuais terão tramitação exclusivamente eletrônica no Supremo Tribunal Federal. São elas: Reclamação (Rcl), Proposta de Súmula Vinculante (PSV), Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC), Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) e Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF).

O STF pretende economizar mais um pouquinho, ao menos com a diminuição de papéis, redução do deslocamento físico dos processos, em razão da diminuição dos custos com material (capa, etiqueta, papel, costura) e tempo dos servidores responsáveis pela montagem dos volumes.

Além disso, os advogados não terão necessidade de se deslocar até o Tribunal para peticionar e os ministros, de qualquer lugar, poderão consultar os autos do processo e proferir decisões.

O sistema já teve a segurança testada e o STF está preparado para a nova demanda.

Os processos são públicos e podem ser acessados pelo site do Supremo. As informações prestadas pelas partes são realizadas por meio de certificação digital, portanto a veracidade dos dados apresentados continua sendo de responsabilidade de quem as disponibiliza, com sanções previstas em lei.

Apesar das transformações terem o objetivo de num futuro próximo todos os processos tramitarem de forma totalmente digital, da petição inicial à decisão, os habeas corpus escritos de próprio punho por presos, por exemplo, serão aceitos pelo Tribunal, que os digitalizará.


Edição e comentários: Washington Luiz / Fonte: STF

domingo, 13 de dezembro de 2009

Uma justiça diferente



Por que conceder privilégios a uns e não a outros? O Congresso deve ser visto hoje como um local em que a criminalidade também acontece. A diferença está na quantidade de leis que beneficiam uns e castigam severamente outros.

Mas o que acontece infelizmente é uma “boa” interpretação do direito por parte dos que aprenderam usufruir das leis em seu favor. Na justiça atual colocar atrás das grades os que violam as regras, tem servido para que? Há por acaso ressocialização? Longe disso, temos presídios super lotados, milhares de pessoas ociosas e ainda consumindo recursos da União que poderiam ser voltados para melhoria da qualidade de vida.

E do outro lado? Os fomentadores dessa fragmentação social fazem o que? Olham para o direito de maneira pessoal. Julgam-se intocáveis, entram na redoma de vidro da imunidade, ou melhor, impunidade parlamentar, e com seus discursos pomposos e cheios de eloqüência convencem a massa, já acostumada.

Um escândalo logo é sobreposto por outro mais recente, a exemplo: Escândalo da Previdência, Precatórios, Mesbla, Banespa, SUDENE, Caso Lunus, Bingos, Propinoduto, Mensalão, Cartões Corporativos, Senado Federal, em fim são tantos...

Dos 646 projetos de lei apresentados sobre criminalidade, apenas dois propunha regular ou aumentar a punição para crimes do colarinho branco. O restante propõem tornar mais rígido o sistema, na prática criar mais regras para punir o pobre...afinal o criminoso é sempre o menos instruído.

Mais isso é comum quando vemos as imagens ficamos chocados. Todavia, tudo passa né! E no Brasil vem o recesso, natal, réveillon, carnaval.


Sendo assim leitor amigo, nunca se esqueça que vivemos em um Estado de Direito, embora o direito seja bem mais generoso para uns do que para outros.


Por: Washington Luiz

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

O extremo da diversão é exagero?



Olá amigos! Final de semana um bom momento para reflexão sobre o futuro.

Um momento de liberdade, de exaltação. É assim que a moda vê a juventude. Muitos dos que estão passando por ela querem sentir sensações novas, desejam experimentar tudo aquilo que esta fase pode oferecer.

Isso não é uma novidade. Há muito tempo que os jovens se esforçam para extravasar e para serem diferentes na sociedade. Mas em cada geração esses anseios se traduziam de maneira diferente. O que significava superar limites ou desviar dos padrões sociais antigamente, já não é o mesmo que acontece hoje em dia.

E é exatamente isso que preocupa pais, educadores, psicólogos e as autoridades. Os jovens atuais querem vivenciar coisas novas. As sensações são passageiras e a insatisfação é grande. Daí, vem o anseio por mais, por algo maior, por experimentar sentimentos ainda mais fortes e intensos.
É assim que muitos entendem a liberdade. Um bom exemplo disso é as festas rave. Música estridente, estado de transe, álcool, drogas e nenhum compromisso com a hora. Este tipo de evento muitas vezes não termina antes das 10 horas da manhã do dia seguinte.

E para quem pensa que já viu de tudo, se engana. A juventude inova de forma surpreendente. Segundo um jornal francês, dezenas de jovens no Reino Unido comparecem em festas para as quais são convidadas com o objetivo de contrair a gripe A. No local há várias pessoas infectadas, mas que ninguém sabe quem são. É nessa incerteza onde se esconde a adrenalina.

Os especialistas dizem que para conseguir desfrutar essas sensações a presença de álcool e drogas quase nunca é dispensada. Uma pesquisa mostrou que 47% dos entrevistados que já experimentaram álcool alguma vez tiveram o primeiro contato com a substância antes dos 17 anos de idade.
As concentrações percentuais mais significativas estão no grupo de 15 anos de idade (10% dos consumidores), 16 anos (11%) e 17 anos (9%). A seguir vem a faixa-etária entre os 18 e 29 anos, que representa 29% dos consumidores de álcool.

Outra análise interessante é as razões mais apontadas para o início do consumo desta droga. A influência do grupo de amigos é o principal motivo (45,3%), seguido pela necessidade de ser aceito socialmente (39,1%), a curiosidade (32%), relaxar (16%) e o gosto pela bebida (12%).

São comportamentos que começam na adolescência e se estendem por toda a juventude. O problema, dizem os críticos, é o alto nível de insatisfação que faz com que sempre se queira algo diferente, que proporcione mais emoção ainda e novas sensações.


Edição: Washington Luiz / Fonte: Debate Público

Fim da assinatura básica depende apenas da União



Um pouquinho de interesse era suficiente para que a telefonia fixa fosse mais utilizada no país. A questão é essa bendita assinatura que pagamos desnecessariamente, mas fazer o que né...quem sabe um dia lembrem do cidadão. Peraí! Em breve vão lembrar, ano que vem é ano eleitoral. Acorda Brasil!

Competência para legislar sobre o assunto é da União, o que dá poucas chances para que normas estaduais vigorem.

A medida poderia ser motivo de grande comemoração pelas entidades de defesa do consumidor, que há anos lutam pelo fim da cobrança. No entanto, as celebrações foram contidas pela expectativa de que a lei seria contestada.

Hoje mesmo a associação das companhias de telefonia fixa (Abrafix) já anunciou que vai recorrer à Justiça para impedir que a lei entre em vigor. Há grandes chances de o pedido das operadoras ser acolhido no judiciário, como aconteceu em casos semelhantes em Santa Catarina, Mato Grosso e Distrito Federal. Isso porque como a assinatura básica foi definida por uma legislação federal (Lei Geral de Telecomunicações), não pode ser modificada ou suspensa por normas estaduais.

Como a competência de legislar sobre o assunto é da União, o Idec defende que a questão da assinatura básica seja debatida seriamente no âmbito nacional. Há vários Projetos de Lei que pretendem suprimir a cobrança, mas estão todos parados.

O Instituto sempre foi contra a instituição da assinatura básica, já que não corresponde a uma efetiva prestação de serviço.

Além disso, é importante considerar que a cobrança, que atualmente está em torno de R$40, é um grande empecilho para o acesso à telefonia fixa, serviço considerado essencial. "A manutenção da assinatura básica inviabiliza o cumprimento da obrigação da universalização e do princípio da modicidade tarifária", destaca Estela Guerrini, advogada do Idec.


Edição: Washington Luiz / Fonte: Idec

Da CLT a CLS um longo passo



A Consolidação das Leis Trabalhista (CLT) nasceu do desrespeito total a cidadania. Nasceu exatamente, para combater a violência que se praticava com os trabalhadores e inclusive até hoje se pratica.

Na verdade, são sessenta e sete anos passando por golpes e contragolpes, ditaduras e democracias. Foi dividida e partilhada em diversos congressos e salas de aula multiplicando-se em vários livros e artigos. E até hoje o seu uso é precário, visto a quantidade pequena de fiscalização, que quase não existe. Os motivos mais banais leva-nos questionar a eficácia das teóricas leis brasileiras, que são tão eficientes no papel. É só vermos os números reduzidíssimos de fiscais do trabalho no Brasil. Uma brincadeira de fiscalização. A chamada consolidação que agrupou várias leis esparsas sobrevive a trancos e barrancos.

Agora a exemplo do “Pai dos ricos e mãe dos pobres”, nosso presidente apresenta uma proposta para se criar Consolidação das Leis Sociais (CLS), que seguirá os moldes que Getúlio Vargas fez na década de 40 com a CLT.

Quer regulamentar de modo definitivo e não mais por decreto as políticas sociais do governo federal. Em seu último ano de mandato, as portas das eleições presidenciais segurar os benefícios sociais de seus programas, que hoje estão respaldadas somente por emendas.

Como é o caso do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A cientista política , Celina Souza, acredita que o próximo governo, eleito em 2010, tentará prorrogar esses mecanismos, dando continuidade. “O sistema político brasileiro, independentemente do sistema partidário, incorporou todas essas políticas públicas.”

A Consolidação das Leis Sociais, é teoricamente para garantir os direitos e a evolução do sistema”. Possibilitando estipular metas e diretrizes que poderão servir para os diferentes órgãos meios para seu cumprimento no caso (União, estados e municípios)

Ou seja na prática há uma imensa preocupação em continuar mantendo o assistencialismo, claro que um país rico como Brasil deve ajudar os cidadãos menos favorecidos e separados pela diferença socioeconômica, todavia a única maneira de mudar essa situação e lançar o cidadão brasileiro pra frente é criar um (CLE) Consolidação de Leis Educacionais. Mas não somente criar, e sim se fazer cumprir. Ainda vamos chegar lá, acredite!

Edição: Washington Luiz / Fonte: EBC – Artigo Jus.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Corrupção: Blogueiro entrevista parlamentar

Vereador Vieira Reis


Blogueiro - Vereador Vieira Reis como o senhor vê a “infestação” de casos de corrupção que vem maculando a política brasileira? E como dá um fim nessa lamentável realidade?

Vereador Vieira Reis - A corrupção deve ser combatida de uma forma mais veemente. Porque o que nós temos visto é uma falta de respeito para com o eleitor que elegeu políticos não para que os mesmo fiquem se locupletando. Usando da influência do seu cargo para de forma ilícita tirar vantagem pessoal.

O exemplo negativo das cenas que veiculam em todos os telejornais e mídias do país, onde homens públicos são flagrados recebendo propina, e descaradamente não tendo mais onde colocarem dinheiro, chegam encher as meias. Essas atitudes inaceitáveis devem ser punidas de forma inafiançável, pois só assim iremos minimizar e começar a passar uma borracha nessa mancha, para que então a política possa ser vista com os fins dignos da sua importante função, que é atender as necessidades de uma sociedade democrática.

Portanto o que nós temos visto é uma afronta a moralidade e falta de consideração com o povo. Que deve ser combatida com máximo de rigor.

Blogueiro - Vereador, recentemente fiz uma pesquisa nas ruas da cidade, onde a pergunta chave foi: O que é política? A maioria das pessoas associa a política a uma forma de ganhar dinheiro “mole” enriquecer rapidamente, o que o senhor como parlamentar experiente pode dizer desse estereótipo que tomou conta do cenário político nacional?

Vereador Vieira Reis - Boa pergunta blogueiro. Infelizmente o déficit educacional tem contribuído muito para o atual quadro negativo que vive a política brasileira. O assistencialismo eleitoreiro no período que antecede as eleições tem de uma forma covarde conquistado os votos, isso favorece os que possuem recursos financeiros. É preciso que haja uma separação, entre a política e a politicagem. Pois a política é um instrumento que defini como fazer, a exemplo temos políticas educacionais, econômicas, sociais... E a politicagem não passa de um jogo de interesse que precisa ser arrancado do meio político. E acredito que como se faz a separação do joio e do trigo o povo brasileiro hoje, mais maduro dará a resposta aqueles que subestimam a sua inteligência. Pois a política existe para fazer o bem, desenvolver projetos, programas de governo que venha beneficiar o povo.

Blogueiro – Eu agradeço ao senhor pelos esclarecimentos que muito contribui para processo democrático da informação. O povo realmente precisa questionar e acompanhar seus representantes, e para concluir já que estamos vivendo um momento onde precisamos dar um basta à corrupção que assola a política brasileira, gostaria de saber qual opinião do senhor em relação a colocação que nosso presidente fez ao dizer que as cenas exaustivamente mostradas na mídia, por si só não falam nada?

Vereador Vieira Reis – Lamentavelmente, eu tenho que dizer que atitudes como essa só vem provar que existe realmente uma certeza de impunidade. Para chegar ao ponto em que se chegou de desmoralizar os bons políticos, assistir as cenas envolvendo os dois principais poderes nessas falcatruas, não precisava nem de áudio nem de legenda. Entretanto cabe-nos acreditar na justiça e esperar que esses atos sejam apurados e punidos de forma acabar com a certeza de impunidade que cerceia alguns políticos brasileiros. Obrigado a você, e volte sempre, pois nosso gabinete está sempre de portas abertas para atender a todos.

Washington Luiz/Blogueiro entrevista Vereador Vieira Reis na Câmara Municipal de Campos-RJ

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Dia Internacional contra corrupção

Imagem divulgação Revista Veja

Olá gente! Hoje é o Dia Internacional contra a corrupção, e claro não poderia deixar passar em branco essa data. Alguns brasileiros tem motivo de sobra para comemorar, natal perto, bolso cheio...em fim que se dane o resto né.

É só lembrar-mos, e nem precisamos viver de passado, afinal, parece que sempre surge um novo escândalo de corrupção no País. Como o que chocou os brasileiros na semana passada: o mensalão do Distrito Federal, farta distribuição de propinas pela qual o governo local aparentemente comprava apoio de políticos locais. A corrupção tem origem secular no Brasil, afirma o promotor Ghizzo Neto. "No passado, a Península Ibérica se pautou pela prevalência da cultura patrimonial", diz. "Em maior ou menor grau, acabamos perpetuando essa herança."

A banalização de determinadas atitudes cotidianas também acaba servindo de incentivo a que mais pessoas reproduzam ações corruptas, em um ciclo vicioso. "Sempre achamos uma justificativa para satisfazer nossos interesses pessoais antes dos coletivos. Então dizemos: 'todo mundo fura fila', 'todo mundo ultrapassa o sinal vermelho', 'todo mundo joga lixo no chão etc'", diz o promotor.

De acordo com levantamento feito pela BBC Brasil, o país chegou a melhorar sua posição em alguns rankings – em geral porque os institutos ampliaram o número de países avaliados, incluindo governos menos democráticos e transparentes.
Em termos absolutos, porém, não houve melhora das notas obtidas pelo Brasil nos últimos anos.

No Índice de Percepção da Corrupção divulgado anualmente pela ONG Transparência Internacional e considerado um dos principais indicadores, a nota do Brasil caiu de 4,1 em 1999 para 3,7 este ano.

O levantamento é feito com base na percepção de especialistas e empresários locais sobre o grau de corrupção na esfera pública de seu país. Pontuações abaixo de 5 indicam problemas sérios de corrupção.

Outro indicador que mostra a piora do desempenho brasileiro é o Índice de Liberdade Econômica, elaborado pela Heritage Foundation. Segundo a edição de 2009, o Brasil está 35% “livre da corrupção”, praticamente estável em relação a 1999, quando o índice era de 36%.

Já segundo um indicador do Banco Mundial – que considera não apenas a percepção, mas dados coletados em mais de 200 países que indicam o nível de combate à corrupção – o Brasil manteve-se praticamente estável de 1998 a 2008.

Edição:Washington Luiz / Fonte:BBC-Brasil e Veja

Insatisfação e revolta em Copenhague


Países pobres e em desenvolvimento criticam um suposto documento que vazou na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15). Revoltante afirmou Lumamba Stanislaus, presidente do G77 (grupo de países pobres e em desenvolvimento do qual participa o Brasil). “os US$ 10 milhões anuais propostos pelos países ricos para financiar projetos de redução de emissões não compram sequer caixões suficientes para os que irão morrer”. Finalizou o presidente.

O texto – que teria sido elaborado pela própria Dinamarca com o apoio de líderes americanos e britânicos – revela a intenção de separar o Brasil, a China e a Índia dos países pobres, além de introduzir metas de emissões obrigatórias para nações em desenvolvimento. Várias das propostas indicam um afastamento dos princípios que norteiam o Protocolo de Quioto.

Após o vazamento do documento, o governo chinês convocou uma entrevista para exigir que os países ricos assumam a responsabilidade pelo histórico de emissões de gases de efeito estufa. Representantes da Aliança Pan-Africana pela Justiça Climática chegaram a provocar um tumulto na sede da conferência em protesto contra o documento.

De acordo com a BBC Brasil, o embaixador extraordinário para Mudanças Climáticas do Itamaraty, Sérgio Serra, afirmou que o rascunho do texto foi apresentado na reunião preparatória há uma semana, também em Copenhague. Ao fim do encontro – do qual participaram apenas representantes dos países mais influentes nas negociações – o documento teria sido recolhido pelos próprios dinamarqueses.

O secretário executivo da COP-15, Yvo de Boer, lembrou que o Protocolo de Quioto prevê metas específicas para países ricos e que os mais pobres devem ser priorizados.

Edição: Washington Luiz / Fonte: Abr.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Meio ambiente não é moda, é VIDA!


Foram anos e mais anos desligado do tema, embora os ambientalistas tentassem avisar sobre os perigos, mas infelizmente ele não estava na MODA. Agora, estamos colhendo os frutos amargos desse descuido. E começa uma corrida intelectual para conscientizar o homem do dever de cuidar do meio ambiente.

Congressos, fóruns, reuniões e toda formação de grupos possíveis se reúnem para tratar do assunto. Falar do leite derramado.

Um absurdo! Buscar um acordo mundial para diminuir a quantidade de poluição na atmosfera. Deveríamos era ter vergonha de sugar a natureza dessa forma, e ainda diplomaticamente buscar um jeitinho para não poluir o ambiente em que vivemos.

A questão é a seguinte ou tomamos uma atitude, ou todos vamos pagar de alguma forma. Essa história das autoridades encararem a preservação do ambiente como um modismo eleitoreiro ta por fora.

Está na hora de agir e não ficar de conversa, visto que o tempo é nosso maior rival. Se gasta milhões organizando congressos para debater meio ambiente e sustentabilidade. Essa verba já poderia ser usada em medidas emergenciais de socorro a natureza.

As graves alterações climáticas, as crises no fornecimento de água devido à destruição dos mananciais é a constatação clara e cristalina de que, se não fizermos nada para mudar, o planeta será alterado de tal forma que a vida como a conhecemos deixará de existir.

Portanto amigos, já passou da hora dos países “bam... bam...bans...”, acordarem para destruição que fizeram, pois num futuro não muito longínquo todos vão sofrer as conseqüências.


Edição: Washington Luiz / Fonte: Washington Luiz.