MERECE UMA ATENÇÃO

Atendendo a solicitação de Heloisa Miranda Paes e Crenildo Alves da Silva, fomos acompanhar a dificuldade enfrentada pelo casal, que tiveram seu carro apreendido numa operação da PM. O sr. Crenildo, confiou seu carro a uma oficina para reparos em sua lataria. Porém o profissional responsável por realizar o conserto, resolveu sair com o carro para passear sem autorização do proprietário. Resumo, teve seu veículo apreendido por falta de documentação. É um alerta aos proprietários de automóveis, ao deixarem seus carros em oficinas verificarem a procedência e credenciamento do estabelecimento.

O casal com a documentação paga do veículo dirigiu-se a cidade de Itaperuna-RJ, para onde os automóveis apreendidos em Campos, estão sendo removidos. Em meio a falta de informação dirigiram-se ao depósito, onde obtiveram a informação que deveriam ir ao DETRAN solicitar um ofício de liberação. De posse do ofício ainda tiveram que se locomover ao escritório da Empresa Particular responsável pela remoção do veículo. Agora veio o "presente" a taxa do reboque R$ 450,00 + diária de R$ 35,70.

Sabemos que, embora a lamentável situação do casal seja um caso em muitos, porém que se cobre a punição sobre o auto de infração, agora esses valores é que precisam ser revisto. Pois se toda pessoa que tiver um carro apreendido na cidade de Campos tiver que se locomover a Itaperuna, haja transtorno.

Então cabe ao poder público ampliar seus depósitos locais, pois a locomoção desses veículos para outras cidades vão além de penalizar o infrator. E o que mais tem na cidade de Campos são terrenos que podem se transformar em depósitos, para melhor atender tanto a população evitando viagens longas, quanto para a PM, que poderá fazer melhor seu serviço.
Dê sua opinão sobre o assunto.

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.