Pacientes psiquiátricos são maltratados em Campos dos Goytacazes, RJ.

Nesta sexta-feira, 22, foi ao ar no "Jornal Nacional", da TV Globo, uma reportagem chocante que mostrou pacientes psiquiátricos amontoados nos corredores da unidade de saúde e sendo tratados de forma desumana em Campos dos Goytacazes, interior do Rio de Janeiro. A denúncia foi feita na reportagem de Rildo Herrera. As imagens feitas com uma câmera escondida  mostram os problemas mais graves no Centro de Atenção Psicossocial.

No vídeo exibido no JN é possível um funcionário passando por cima dos internos deitados no corredor para chegar no quarto. Na hora do almoço, todos comem com os pratos sobre as pernas. O produtor do Jornal Nacional foi até a cozinha e pediu um copo d’água e descobriu que não tinha nem água filtrada para os pacientes beber. 
O irmão de uma paciente denunciou as péssimas condições do centro. "Eu me sinto numa situação muito humilhante vendo a minha irmã e outros doentes mentais sendo tratados como animais em uma instituição que se diz que é para recuperar pessoas. Pelo contrário, eles tratam as pessoas como bicho. Dormem no chão, comem no chão e não tem dignidade humana nenhuma".

Os CAPS foram criados há pouco mais de dez anos para humanizar o atendimento às pessoas com transtornos mentais, evitando as internações em hospitais psiquiátricos. A verba para a manutenção dos centros é enviada pelo Governo Federal a estados e municípios, que são os responsáveis pela administração das unidades.

A Secretaria de Saúde de Campos administra quatro unidades, mas o secretário, Geraldo Venâncio, diz que desconhecia a situação: “Na segunda-feira, nós vamos intervir com um colega clínico, especialmente o sub-secretário vai permanecer lá até que esses reparos sejam feitos a partir de segunda-feira de manhã”.

Já o Ministério da Saúde informou que vai avaliar as condições do centro e, em parceria com o município, adotar medidas pra melhorar o atendimento.

Comentários

Postagens mais visitadas