Novo planeta potencialmente habitável é descoberto por astrônomos.

Astrônomos encontram novo planeta potencialmente habitável, noticiou a revista "Exame". Segundo os especialistas, a massa do Gliese 832 é de pelo menos cinco vezes a massa da Terra. O planeta leva 16 dias para orbitar a estrela anã vermelha que serve de centro para ele. As informações foram divulgadas em um artigo publicado no Astrophysical Journal. O grupo de astrônomos era multinacional, mas liderados por australianos da Universidade de Nova Gales do Sul (UNSW).

Usando como base o índice de similaridade, ele fica em terceiro no ranking de planetas mais parecido com a Terra. Em um comunicado no site da UNSW, o professor Chris Tinney detalha o achado. “Dada a grande massa do planeta, é provável que ele possua uma atmosfera massiva, que pode fazer do planeta inabitável. Uma atmosfera mais densa manteria o calor preso e faria com que ele fosse quente demais para vida”, afirmou.

Curta nossa página no  Facebook Twitter

O artigo sobre o planeta, no entanto, levanta outra hipótese. “É natural perguntar se o planeta poderia ter um satélite gigante que possa ser habitável”, escrevem os cientistas. Encontrar esse satélite, infelizmente, está além dos meios dos pesquisadores.

O planeta já encontrado mais parecido com a Terra é o Gliese 667C c, com uma escala de 0,84. Ele fica a 23 anos-luz da Terra.  Em seguida, está o Kepler-62, com um índice de similaridade de 0,83. Ele, no entanto, fica longe demais daqui, a 1.200 anos-luz de distância. A descoberta usou telescópios localizados no Chile. O time de cientistas reúne pesquisadores da Austrália, Reino Unido, Finlândia, Estados Unidos, Itália e Chile.


*Com informações da revista Exame.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PF deflagra 59ª fase da Operação Lava Jato.

Toffoli determina votação secreta na eleição do Senado.