Menino atacado por tigre defende o pai: "não teve culpa".


Menino que foi atacado por tigre e perdeu um braço defende o pai. Vrajamany Fernandes Rocha, de 11 anos, afirmou, em entrevista exclusiva ao Fantástico deste domingo (10), Dia dos Pais no Brasil, que o pai, Marcos do Carlo Rocha, não teve qualquer culpa no incidente em que acabou sendo atacado por um tigre, em um zoológico de Cascavel, no Paraná. Devido aos ferimentos, o garoto teve o braço direito amputado. “O meu pai não teve culpa. Ele não sabia que ia acontecer”, declarou, ao Fantástico.

Além disso, Vrajamany contou que, já na ambulância, quando era levado para o hospital, já sabia que iria perder o braço. Ele foi atacado por um tigre de mais de 200 quilos no dia 30 de julho. Depois da amputação, ele ficou internado por uma semana, recebendo alta médica na última quarta-feira (6). Ele retornou a São Paulo, onde mora com a mãe, a funcionária pública Mônica Fernandes Santos, no dia seguinte, quinta-feira (7).

Brincar com animais é algo comum na casa em que Vrajamany vive com a mãe, o padrasto e com um dos irmãos. Eles têm dois cães de estimação.
No fim do mês passado, o menino viajou com o pai, que também mora em São Paulo. Eles foram visitar o irmão caçula, por parte de pai, no Paraná. No dia 30, os três foram ao zoológico de Cascavel. Curta nossa página no  Facebook Twitter.

Veja a entrevista na íntegra (aqui).

Fonte: Fantástico.

Comentários

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas