segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Universitária morta durante briga de casal em Mongaguá cuidava dos filhos da suspeita.

Universitária morta durante briga de casal em Mongaguá cuidava dos filhos da suspeita.
Caso de Polícia - A universitária Andressa Silva Gouveia, de 22 anos, morreu ao ser atingida por um disparo acidental durante uma briga de um casal de conhecidos em Mongaguá, no litoral de São Paulo. O crime ocorreu na noite do último sábado (28/10), enquanto sete amigos de Diadema (SP) estavam reunidos em uma casa no Balneário Vila Seabra, conforme informou o portal 'G1'.

Durante uma discussão com o marido, uma mulher sacou uma arma e atirou acidentalmente na direção de Andressa, que foi atingida no peito. Ela estava próximo a piscina, cuidando dos filhos da própria atiradora, quando foi atingida "sem querer". A mulher, que efetuou o disparo contra a vítima, fugiu sem deixar pistas do paradeiro e até agora não foi localizada. 

O delegado Marcos Roberto da Silva, que registrou a ocorrência, identificou a turista Zilma Rodrigues do Amaral, de 38 anos, como a suspeita de ter atirado contra a jovem. A mulher brigava com o marido, Alexandre Antonio dos Santos, de também 38 anos, e quem era o dono da arma. De acordo com o delegado, o inquérito será instaurado. Com informações do G1

Um comentário :

  1. a arma era completamente desnecessaria , essa cidadã foi protagonista de um crime estupido podia ficar sem essa

    ResponderExcluir

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.