'Templo de Salomão', da IURD, divide opinião de evangélicos.


O "Templo de Salomão", do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, divide opiniões até entre os evangélicos. Há quem se manifeste contra o templo da IURD avaliado em R$680 milhões. As críticas só aumentaram depois que Macedo apareceu trajando acessórios  ritualísticos do judaísmo e se comparando com "Abraão", também conhecido como "pai da fé".

Conforme noticiou o portal 'Gospel+', o pastor Renato Vargens, líder da Igreja Cristã da Aliança, afirmou que Macedo é um “falso profeta”, e que “seus falsos ensinamentos e a banalização da graça, bem como a pregação de um falso evangelho” o credenciam como tal. Ele disse ainda que o culto “recheado de misticismo” praticado pelo bispo Macedo “afronta o Evangelho”: “Eu já havia escrito um texto onde afirmei que a Igreja Universal do Reino de Deus definitivamente não é uma igreja evangélica. Hoje eu escrevo outro afirmando que o seu fundador, Edir Macedo é um falso profeta [...] e não pode ser considerado crente em Jesus”, escreveu o pastor em seu blog. Em sua conclusão, Vargens pede que “Deus tenha misericórdia do bispo Macedo e que ele venha a se arrepender de seus ensinos, pecados e heresias”.

Já a blogueira Vera Siqueira, esposa do pastor Paulo Siqueira, disse que o Templo de Salomão da Igreja Universal é a “vaidade das vaidades de quem o construiu”, pois além de aumentar a escala da construção descrita na Bíblia, ignora os princípios do Novo Testamento. “Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. – 1 Coríntios 3:16-17’. Se Deus agora habita naqueles que seguem a Cristo, e não nos templos de pedra, não há a menor necessidade de se gastar milhões e milhões na construção de um templo de pedra, que só serve para sustentar a vaidade de seus proprietários. Melhor seria gastar esses milhões na provisão e cuidado dos ‘templos de carne e osso’, das pessoas, assim cumprindo o ‘amar a Deus sobre todas as coisas’ e o ‘Amar ao próximo’”, opinou Vera.

Com informações do Gospel +.

Comentários

  1. tudo que Vera Siqueira, falou é a pura verdade em genero grau e numeros.
    Se gastassem parte desse dinheiro em igrejas pequenas, que fazem obras grandes exp: igreja batista I B L de chapeu Mangueira e Babilônia seria muito mais bem gastos pois estaria investindo na obra maior de Deus que é seu povo pobres e oprimidos ,onde fazem auxilios como projeto pão da vida e locais como central do Brasil e outros com pouco recursos estimulandos viciados a entrarem para o projeto cristolãndia de um Pastor Paranaence isso sim e ser crente. Parabéns Pastor Alex e e seus verdadeiros querreiros Amem.

    ResponderExcluir
  2. Será que não falaram a mesma coisa a Salomão quando ele construiu o templo e sacrificou 22 mil bois e 120 mil ovelhas? será que tambem não disseram pra que isso tudo? porque não alimentar os pobres? Bem, tudo que salomão fez foi pra glória de Deus e é este o exemplo que está sendo seguido.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Postagens mais visitadas