Cármen Lúcia inicia conversas informais sobre futuro da Lava Jato no STF.

sábado, 17 de outubro de 2015

Presídios têm 48 presos em tratamento de tuberculose, em Campos.


Campos dos Goytacazes - A administração do Hospital Ferreira Machado (HFM) informou que cresceu o número de atendimentos de casos de tuberculose nas unidades prisionais do município. Os dados apontam que a cada mês, pelo menos cinco internos chegam ao hospital com sintomas graves. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que atualmente 48 internos tratando a doença.
O diretor do Hospital Ferreira Machado, Dr. Dante Pinto Lucas, disse que a situação na unidade é complicada: "É só um médico perto de se aposentar e uma enfermeira também. Só os dois sem a menor condição de trabalho. Eu estou com um [detento] no CTI, tem dois meses tuberculoso, e não sei se vai sair. No primeiro momento, ficou definido que nós estaríamos fazendo exames de 30 detentos diariamente para que a gente pudesse identificar através do exame do escarro do paciente se ele está com tuberculose e começar o tratamento dele lá dentro do presídio".
O município de Campos dos Goytacazes possui um presídio masculino, um feminino e uma cadeia pública. E, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o efetivo carcerário das unidades é de 2.523 detentos, com a  capacidade apenas para 1.568. A Seap informou também que a verba para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Prisional é de 207.877,82 para o município de Campos. 

A Seap informou que as unidades citadas, em Campos, possuem ambulatório médico, com médico e enfermeira. E se caso houver a necessidade, o interno é encaminhado para um hospital da rede pública, ou conveniado, mais próximo. (Fonte: G1 Norte Fluminense)

Veja outras notícias de Campos dos Goytacazes:
..

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.