Adeus, Ferreira Gullar.

Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

sábado, 17 de outubro de 2015

Presídios têm 48 presos em tratamento de tuberculose, em Campos.


Campos dos Goytacazes - A administração do Hospital Ferreira Machado (HFM) informou que cresceu o número de atendimentos de casos de tuberculose nas unidades prisionais do município. Os dados apontam que a cada mês, pelo menos cinco internos chegam ao hospital com sintomas graves. A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que atualmente 48 internos tratando a doença.
O diretor do Hospital Ferreira Machado, Dr. Dante Pinto Lucas, disse que a situação na unidade é complicada: "É só um médico perto de se aposentar e uma enfermeira também. Só os dois sem a menor condição de trabalho. Eu estou com um [detento] no CTI, tem dois meses tuberculoso, e não sei se vai sair. No primeiro momento, ficou definido que nós estaríamos fazendo exames de 30 detentos diariamente para que a gente pudesse identificar através do exame do escarro do paciente se ele está com tuberculose e começar o tratamento dele lá dentro do presídio".
O município de Campos dos Goytacazes possui um presídio masculino, um feminino e uma cadeia pública. E, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), o efetivo carcerário das unidades é de 2.523 detentos, com a  capacidade apenas para 1.568. A Seap informou também que a verba para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Prisional é de 207.877,82 para o município de Campos. 

A Seap informou que as unidades citadas, em Campos, possuem ambulatório médico, com médico e enfermeira. E se caso houver a necessidade, o interno é encaminhado para um hospital da rede pública, ou conveniado, mais próximo. (Fonte: G1 Norte Fluminense)

Veja outras notícias de Campos dos Goytacazes:
..

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.