Deu ruim! Rayanne Morais e Douglas Sampaio foram parar na DP.

Gilmar Mendes defende atualização da Lei de Abuso de Autoridade.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Usar remédios contra o HIV antes da infecção é uma estratégia eficiente na luta contra a Aids.


Saúde - O programa 'Bem Estar' desta segunda (30) falou sobre a importância dos remédios para prevenir doenças, principalmente na luta contra a Aids. Nosso consultor e infectologista Caio Rosenthal e a chefe do laboratório de Pesquisa Clínica em DST e Aids da Fundação Oswaldo Cruz, Beatriz Grnsztjn explicaram como funcionam os tratamentos e a prevenção contra o vírus do HIV.

Usar remédios contra o HIV antes da infecção é uma estratégia eficiente na luta contra a Aids e que começa a ser adotada pelos governos. O Brasil também poderá adotar. A previsão é que já no próximo ano o Ministério da Saúde apresente um protocolo nesse sentido e peça autorização à Anvisa para usar um antirretroviral como prevenção ao HIV.


O uso de medicamentos contra o HIV antes de se expor ao vírus comprovou ser eficaz em 99% dos casos em pessoas mais vulneráveis. Trata-se de uma estratégia conhecida como PREP, de profilaxia pré-exposição. É por isso que alguns países, inclusive o Brasil, já discutem incorporar essa estratégia no arsenal contra o HIV. A ideia é proteger casais soro discordantes (um tem HIV, outro não), por exemplo, entre outros grupos mais vulneráveis, que serão avaliados caso a caso pelos serviços de saúde.

Todo mundo que faz sexo tem algum risco. Algumas pessoas têm mais risco em determinados momentos da vida. Homens jovens que fazem sexo com homens e usuários de drogas injetáveis são hoje a população mais vulnerável ao HIV no Brasil. Na África, mulheres jovens heterossexuais também estão entre as mais vulneráveis. Leia a reportagem na íntegra aqui.

[ Fonte: Bem Estar ]

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.

Recomendados para você.