Flamengo deve ou não renovar com Emerson Sheik?

Thiago Lacerda ganha indenização de R$329.000,00.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Google deixará de aceitar anúncios baseados em Flash.


O Google definiu prazos de quando parará de rodar anúncios em Flash para aceitar apenas aqueles escritos em HTML5. Anúncios em Flash, da Adobe Systems, são amplamente criticados por suas vulnerabilidades de segurança. 

A partir de 30 de junho, o Google não aceitará novos anúncios baseados em Flash para AdWords e DoubleClick Digital Marketing. E anúncios Flash não serão permitidos no Display Network ou DoubleClick da companhia depois de 2 de janeiro de 2017. 

O Flash é uma das aplicações mais atacadas por hackers por que está instalado em centenas de milhões de computadores. Vulnerabilidades não corrigidas podem permitir que um hacker instale softwares maliciosos em um computador, se uma vítima apenas visualizar um anúncio malicioso. 

Os cibercriminosos também usam a engenharia social para enganar pessoas a pensarem que o seu programa de flash precisa ser atualizado, e em seguida, entregar downloads maliciosos. 

O fundador da Apple, Steve Jobs, foi um dos primeiros a proibir sua execução no iPhone. No ano passado, o diretor de segurança do Facebook indicou que a Adobe aposentasse o Flash. Depois, em setembro, o Google parou de rodar automaticamente algum conteúdo Flash em páginas da Web. 

A Adobe reconheceu em dezembro que o HTML5 era o futuro, dizendo que tinha desenvolvido uma ferramenta chamada Animate CC para desenvolvimento de conteúdo HTML5. A ferramenta ainda permite a criação de conteúdo em Flash.

Fonte: IDGNOW

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não divulgamos links.Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do M.V News.